Eternos: Chloé Zhao revela que filme teria final mais sombrio originalmente

Capa da Publicação

Eternos: Chloé Zhao revela que filme teria final mais sombrio originalmente

Por Melissa de Viveiros

Atenção: Alerta de Spoilers!

Eternos foi um dos grandes lançamentos da Marvel nos cinemas este ano, apresentando vários novos heróis da franquia. Certos elementos do filme que chegou às telonas, no entanto, eram bem diferentes nos planos originais da diretora Chloé Zhao, como ela contou em entrevista à revista Empire.

Durante a entrevista, a diretora foi questionada sobre a sequência final do longa, que mostra os Eternos que haviam ficado na Terra sendo levados pelo celestial Arishem, que promete julgar o planeta futuramente. Entre eles, Sersi (Gemma Chan) é levada, o que faz com que Dane Whitman (Kit Harrington) vá em busca da espada deixada por seu tio, procurando um meio de salvar sua amada. Respondendo à pergunta sobre esse final ser o que ela havia planejado ou não, Zhao disse:

“Não. Eu nunca fiz um filme onde o final é o que escrevi! Você o encontra na edição. Edição é um terço do processo de fazer filmes, e quando você mostra para outras pessoas, é aí que você encontra o final. Eu acho que nunca fiz um único filme onde a abertura e o fim permaneceram iguais ao roteiro, porque as cenas são fluidas quando filmamos. E nós na verdade tínhamos um outro final que era bem deprimente. Deprimente. Eu não o odiava, porque estou acostumada com filmes que são mais melancólicos. Mas eu não acho que foi bem com nosso público.”

Os personagens principais em pôster de Eternos.

Em seguida, a diretora explicou um pouco mais do que aconteceria, contando:

“Iria acabar com todo mundo de volta na nave, mentes apagadas e só indo para outro planeta, como Além da Imaginação. Eu lembro que quando tudo ficava preto, todo mundo ficou tipo, ‘Eu não sei o que fazer’. E também, é o MCU, e você quer ficar empolgado com o que vem a seguir.”

Para o público que gosta de finais felizes, a mudança deve ter sido bem-vinda, já que o fim descrito por Zhao faria com que os heróis perdessem suas memórias, mesmo que contra suas decisões. Apesar de alguns dos Eternos terem fins trágicos ou acabarem em situações tensas, a versão que chegou aos cinemas realmente se mostrou mais positiva, já que estabelece também que aqueles que permaneceram livres podem ajudar seus companheiros em uma possível sequência.

O que você achou do fim descrito pela diretora? De qual dos dois gosta mais? Comente aqui!

Confira também:

Imagem de perfil
sobre o autor Melissa de Viveiros

Editora. Graduanda em Letras na UFMG. Elfa noturna em Azeroth, Au'Ra em Eorzea, apoiadora da Casa Martell em Westeros, LoLzeira noxiana e grisha etherealki. Fã de coisas demais e sempre hiperfocada em algo diferente. || @windrunning_