Duna: Como ler os livros de Frank Herbert? Um guia de leitura da série

Capa da Publicação

Duna: Como ler os livros de Frank Herbert? Um guia de leitura da série

Por Paula Ramos

Chegou aos cinemas a tão aguardada adaptação de Duna, série de livros de Frank Herbert publicada originalmente em 1965. Os títulos de Herbert são considerados, por muitos leitores, como o pontapé inicial para a ficção científica que conhecemos hoje e é por isso que resolvemos separar cada volume em sua ordem correta de leitura.

Ao todo, Herbert escreveu seis volumes no universo de Duna, que seguem a primeira história publicada em 1965. A ideia original do autor era publicar sete exemplares, mas infelizmente, Frank morreu antes de poder completar sua última história e deixou apenas algumas notas para seu filho, Brian Herbert, que junto com o escritor Kevin J. Anderson, escreveu as sequências de Os Caçadores de Duna e Os Vermes da Areia de Duna.

Qual a ordem de leitura dos livros de Frank Herbert?

Para melhor entender a trama, recomendamos começar pela trilogia original do autor, mesmo que cronologicamente falando ela esteja no meio da saga. Afinal, os três primeiros livros foram escritos para serem lidos antes de outros volumes da história e é por eles que você deve começar.

Duna (1965)

No primeiro título, você irá conhecer a dinâmica da sociedade distópica que rege a trama dos livros, onde um imperador está no poder central e casas nobres assumem logo abaixo de seu líder, disputando entre si pela atenção do monarca. Além deles, a Guilda Espacial também assume uma alta posição na hierarquia, controlando as rotas de trânsito no espaço.

No primeiro livro, conhecemos a Casa Atreides, os mocinhos, e os Harkonnen, que aqui assumem o papel de vilões. Segundo uma profecia antiga, porém, o escolhido irá levar o povo para uma época de prosperidade e ele terá sangue de ambas as linhagens Atreides e Harkonnen. Paul, filho de Leto, o duque da casa dos mocinhos, é tido por muitos como o messias prometido e será sobre ele que os três primeiros livros falarão.

O Messias de Duna (1969)

O segundo livro busca dar um foco maior no desenvolvimento psicológico dos personagens, principalmente no de Paul Atreides, que começa a nova história há 12 anos no trono como imperador e messias.

Mesmo que procure ser um líder tão bom quanto seu pai foi, Paul acaba tomando decisões erradas e facções contra o império são criadas. Uma revolução começa a crescer em meio aqueles que não acreditam muito na história do Messias e Paul precisará controlá-la se quiser continuar com seu ritmo de paz e prosperidade.

Os Filhos de Duna (1976)

Finalizando a primeira trilogia de Frank Herbert, o terceiro livro é composto por diversas camadas de uma história principal, criando suspense, intrigas e mistérios em suas páginas. O desfecho pode ser surpreendente, mas se prestarmos atenção, veremos que Herbert nunca escondeu seu objetivo principal.

No final de O Messias da Duna, Paul Atreides desaparece no deserto e deixa a irmã governando como regente até que seus filhos possam assumir o Trono do Leão. O período onde a menina fica no poder é visto pelos rivais como uma chance de usurpar o trono dos Atreides, que há muito estão no topo.

O cenário aqui é um planeta Arrakis se regenerando e não mais tão desértico, afinal, agora existem florestas e matas onde antes tínhamos apenas areia. O problema? Os temidos Vermes da Areia estão começando a desaparecer.

Imperador Deus de Duna (1981)

Seguindo os passos deixados pela primeira trilogia, 3500 anos se passaram em Arrakis desde os eventos narrados em Duna. O planeta desértico está cada vez mais verde e próspero, com um dos filhos do imperador Messias assumindo o trono e o poder. De uma forma bizarra, desde os 9 anos o menino está se transformando em um verme e sabe que sua raça será extinta a menos que ele crie novas qualidades para sua espécie.

Com o passar do tempo, o Imperador vai se tornando cada vez menos humano e cada vez mais sem emoções, apenas um corpo oco. É então que Siona, da família Atreides, decide começar a mudar o futuro de seu lar, sem saber que o destino do Caminho Dourado exige que ela aceite um destino que nunca quis.

Hereges de Duna (1984)

O penúltimo capítulo dos livros escritos pelo autor original de Duna se passa mais de mil anos após a liderança do Imperador Deus Leto II, o Imperador Verme de Areia. O planeta Rakis (ex Arrakis) está em ruínas, bem como a maioria dos planetas do universo, retornando ao clima desértico do inicio da saga. A humanidade está sendo destruída aos poucos e os que restaram sabem que precisam alcançar o poder para impedir que um desastre maior aconteça.

O povo da Dispersão está retornando dos lugares mais distantes do universo, dividido em facções que buscam poder sobre o que restou do Império, mas enquanto isso, as Bene Gesserit têm outros planos. Elas encontram uma garota chamada Sheeana, que possui as habilidades dos Fremen e pode realizar uma antiga profecia.

 

As Herdeiras de Duna (1985)

Esse é o último livro escrito por Frank Herbert no universo dos livros da série Duna e, como já explicamos, o autor infelizmente faleceu antes de conseguir completar a história. Aqui, o cenário é um planeta Rakis totalmente destruído, com o poder sendo disputado pela ordem Bene Gesserit, que está quase dizimada, e as Honradas Madres, que de honradas não têm nada.

Para impedir sua destruição, as Bene Gesserit migram rumo ao planeta de Casa Capitular, levando consigo os segredos dos vermes da areia e da produção de mélange.

A história de Duna continua mesmo sem Frank Herbert, com seu filho, Brian, seguindo os passos do pai como autor e escritor.

Hunters of Dune – 2006 (Caçadores de Duna, em tradução livre)

Ainda sem um título oficial em português, o livro é protagonizado por três personagens: o comandante militar Miles Teg, Sheeana e o ghola de Duncan Idaho, um ser humano criado artificialmente que foi replicado de um indivíduo morto. A menina tem o poder de controlar vermes de areia, algo que como sabemos na história, é de vital importância para sua sobrevivência.

O trio está a bordo da não-nave Ithaca, que ainda inclui como passageiros o último Mestre Bene Tleilax Scytale, alguns Bene Gesserits, um grupo de judeus salvos da opressão Honored Matre no planeta Gammu, sete pequenos vermes de areia, que podem produzir especiarias, e quatro Futars, criaturas meio-homem/meio-gato, criadas para caçar Honoradas Madres.

Após conversar com o misterioso Oráculo do Tempo, Duncan traz a não-nave de volta ao universo, mas o inimigo está chegando. A Madre Comandante Murbella está preparando a Nova Irmandade para a guerra contra um inimigo desconhecido dos confins do espaço.

Sandworms of Dune – 2007 (Os Vermes da Areia de Duna, em tradução livre)

Mais um livro da saga a não ter uma versão em português publicada, razão pela qual seu título permanece em inglês. Sandworms of Dune foi baseado no esboço final de Frank Herbert, que ficou escondido em um cofre por quase 20 anos.

O livro começa logo após a conclusão do livro anterior, com Morbella construindo uma frota para combater o Império das Máquinas, além de enfrentar resistência dos infiltrados da Facedancer, inclusive de dentro de sua própria Nova Irmandade. Enquanto isso, Duncan Idaho buscam o possível para despertar as memórias das figuras que trouxeram de volta dos mortos, para que apenas assim, consigam uma chance de lutar contra o inimigo.

Legends of Dune – 2002 (Lendas de Duna, em tradução livre)

Mais uma trilogia de Duna, essa foi publicada entre os anos 2002 e 2004 no exterior, tendo sido escrita por Brian Herbert e Kevin J. Anderson. Apesar de não ter uma publicação no Brasil, sabemos que a história antecede o romance original de Frank Herbert em aproximadamente 10.000 anos.

A trilogia é composta pelos livros The Butlerian Jihad, The Machine Crusade e The Battle of Corrin, com uma trama centralizada em uma grande guerra entre a humanidade e as máquinas. Além disso, os fãs poderão conhecer a origem e desavenças das Grandes Casas introduzidas na história original de Herbert.

Schools of Dune (Escolas de Duna, em tradução livre)

Seguindo os passos dos livros anteriores, Schools of Dune é uma trilogia publicada entre os anos 2012 e 2016, também escrita por Brian Herbert e Kevin J. Anderson. Sua trama dá sequência a trilogia anterior, Legends of Dune, mas o cenário aqui são 1.000 anos após o romance de The Battle of Corrin.

A nova trilogia é composta pelos livros Sisterhood of Dune, Mentats of Dune e Navigators of Dune, e explora a Jihad Butleriana contra as máquinas pensantes e a ascensão do Império Corrino.

Prelude to Dune (Prelúdio de Duna, em tradução livre)

Apesar de ter sido publicada entre os anos 1999 e 2001 e escrita por Brian Herbert e Kevin J. Anderson, essa nova saga de livros procede a trilogia Schools of Dune e antecede em alguns anos os acontecimentos da série original.

Os livros que compõe Prelude to Dune são House of Atreides, House of Harkonnen e House Corrino e como podemos perceber pelos títulos, suas histórias procuram explicar ainda mais a dinâmica das principais casas de Duna. A narrativa do livro antecede o nascimento de Paul Atreides, seguindo principalmente a vida do Duque Leto Atreides I e também do Barão Vladimir Harkonnen.

The Caladan Trilogy (A Trilogia Caladan, em tradução livre)

Caladan Trilogy é uma trilogia que, diferente da anteriores, ainda está sendo publicada, tendo seu primeiro exemplar lançado em 2020 e o último com previsão de chegar às livrarias em 2022. Brian Herbert e Kevin J. Anderson assumem a autoria dos livros, que procedem a trilogia Schools of Dune e antecede em alguns anos os acontecimentos da série original.

A trilogia é composta pelos livros The Duke of Caladan, The Lady of Caladan e The Heir of Caladan (a ser publicado em 2022), concentrando-se nos personagens Duque Leto Atreides I, Jessica e Paul.

Heroes of Dune (Heróis de Duna, em tradução livre)

Heroes of Dune é uma série que reune dois livros publicados entre os anos 2008 e 2009, escritos por Brian Herbert e Kevin J. Anderson. Os planos originais previam mais duas histórias, The Throne of Dune e Leto of Dune, que acabaram sendo canceladas para dar início a uma nova trilogia com o lançamento de The Sisterhood of Dune.

A saga é composta pelos livros Paul of Dune e The Winds of Dune, que acontecem na época do Império Corrino e da Ascensão da Casa Atreides.

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Paula Ramos

Aluna da Sonserina, moradora do Condado e uma aprendiz de Obi-Wan do Lado Sombrio. Futura CSI e Vingadora da Marvel, mas acima de tudo, uma variante do Loki perdida no multiverso | @p_lokerbatch