Capa da Publicação

Dragon Ball Super: Série tem problemas ao apresentar novas transformações

Por Melissa de Viveiros

Atenção: Alerta de Spoilers!

Dragon Ball Super está continuando a história da série no formato mangá. Com isso, vem novos poderes e transformações, como é habitual nas histórias do gênero e dentro da própria franquia. Apesar disso, a série vem encontrando problemas quando se trata de introduzir essas novas habilidades, algo que fica ainda mais claro com o enorme poder que Vegeta Goku estão adquirindo na saga mais recente (via ComicBook).

O primeiro problema com os desenvolvimentos mais recentes vem com o modo como essas transformações são adquiridas. Diferente de Dragon Ball Z, onde se transformar em Super Saiyajin era algo dramático que exigia progresso, na série atual as novas formas muitas vezes apenas aparecem, sem a devida apresentação. Além de poder, as transformações impactavam as próprias personalidades dos heróis de Akira Toriyama, possibilitando também que o universo criado por ele se expandisse cada vez mais.

Apesar de começar bem, com o conceito do Deus Super Saiyajin, que se conectava ao passado da raça de guerreiros ao mesmo tempo em que adicionava mais a seus poderes do que apenas serem movidos pela raiva. A história, no entanto, não foi capaz de continuar trabalhando em cima disso, e apresentou a transformação Azul de forma apressada, sem grandes explicações além de algo como “virar Super Saiyajin enquanto sendo um Super Saiyajin Deus”. Para muitos, não ver o esforço dos protagonistas para atingirem o novo modo não foi apenas uma oportunidade perdida, como uma falha no desenvolvimento da história.

Goku em sua transformação de Instinto Superior.

Essas reclamações também foram direcionadas ao Instinto Superior, poder que recebeu origens diferentes no anime e no mangá. Além disso, os fãs também apresentaram críticas ao modo como a transformação conquistada por Goku durante o arco de Moro foi conseguida de modo muito parecido com sua aquisição original da transformação em Super Saiyajin, diminuindo o peso da situação.

Já no arco de Granolah, o personagem conseguiu combinar o Instinto Superior à sua forma de Super Saiyajin, utilizando ambos ao mesmo tempo. Enquanto fica claro que isso é um resultado de seu treinamento, os leitores se queixaram, afirmando que o treinamento para atingir tamanho poder deveria ter sido mostrado melhor, conectando o novo poder mais profundamente à parte emocional da história e seus personagens. O grande problema com a apresentação de novas transformações sem este desenvolvimento seria que, enquanto os heróis crescem em termos de força, seu poder parece desconexo da trama em si, diferente de sagas anteriores feitas por Toriyama.

Qual a sua opinião sobre o assunto? Você acha que falta trabalhar o crescimento dos personagens melhor?

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Melissa de Viveiros

Graduanda em Letras na UFMG. || What is infinite? The universe and the greed of men. || @windrunning_