Capa da Publicação

Dragon Ball Super: Mangá explica porque Vegeta não está pronto para ser um Deus da Destruição

Por Gus Fiaux

No universo de Dragon Ball, poucos personagens têm um arco tão complexo e bem desenvolvido quanto Vegeta. O Príncipe dos Saiyajin começou como um grande vilão, dando muito trabalho para Goku e seus aliados, mas aos poucos foi mostrando seu lado digno e honrado, tornando-se um grande herói e defensor da Terra – mas isso trouxe também algumas consequências interessantes, como nos arcos atuais, onde ele está treinando para se tornar um Deus da Destruição. 

No 76º capítulo de Dragon Ball Super, continuamos a ver a grande luta entre Granolah Vegeta, com direito a momentos bem explosivos. No capítulo, vemos como Vegeta está usando sua forma Ultra Ego para tentar impedir o guerreiro que teve seu lar destruído. Porém, em um momento bem melancólico, ele revela que jamais seria capaz de se transformar em um Deus da Destruição por conta do que isso exigiria dele.

Durante todo o arco, Vegeta está tentando se controlar ao máximo, mesmo no modo Ultra Ego – que, por sua vez, é uma forma que o deixa mais descuidado e violento. Ainda assim, ele tenta abdicar desse lado menos nobre para que possa conversar com Granolah em vez de apenas derrotá-lo. Ele sabe toda a dor que o personagem viveu e quer que os dois formem uma conexão para que então possam parar de lutar.

A luta de Granolah e Vegeta continua em Dragon Ball Super!

E é assim que Vegeta explica a Bills que não pode ser como ele, que o poder de um Deus da Destruição “vai muito além dos limites de um iniciante”, como ele. Ele não está disposto a abdicar de sua humanidade e sua honra para se tornar um ser niilista e livre de amarras morais, e isso faz com que ele nunca alcance o potencial total de um Deus da Destruição.

Isso é muito tocante e pontua ainda mais a evolução de Vegeta durante todos esses anos. O personagem se tornou um grande herói, subvertendo toda a lógica de seu passado e se redimindo por todas as ações terríveis que ele já tomou – e é justamente isso que o coloca entre o maior objetivo de sua vida: ficar mais poderoso que o Goku. Por conta disso, ele se provou como um dos maiores heróis do universo de Dragon Ball. 

Capítulo 76 de Dragon Ball Super já está à venda no Japão, mas sem previsão de publicação no Brasil.

Abaixo, veja os personagens mais poderosos já apresentados em Dragon Ball Super:

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux