Doutor Estranho: A morte do Mago Supremo gera caos nas HQs da Marvel

Capa da Publicação

Doutor Estranho: A morte do Mago Supremo gera caos nas HQs da Marvel

Por Flávia Pedro

Atenção: Alerta de Spoilers!

A nova saga da Marvel, The Death of Doctor Strange (A Morte do Doutor Estranho, em tradução-livre) traz uma história bastante interessante na qual o Mago Supremo dos quadrinhos é morto. Agora, na segunda edição da saga, os autores Jed MacKay, Lee Gabett, Antonio Fabela e Cory Petit revelaram as consequências geradas a partir da morte do Doutor Estranho. Personagens próximos a ele não são os únicos preocupados com o que está por vir, a perda do Mago Supremo juntou aliados e inimigos em uma tentativa de entender o que aconteceu à ele e as ameaças que surgirão.

A questão levantada pela sua morte é que Doutor Estranho era a única coisa no planeta Terra que impedia uma invasão de seres sobrenaturais. Agora que ele não está mais vivo, algumas invasões místicas já estão começando. Afinal, como ele havia explicado aos estudantes da Academia do Estranho, O Mago Supremo age como o guardião entre o mundo e as forças místicas que o ameaçam (via CBR).

Uma versão jovem do personagem surgiu na história com a intenção de ajudar na investigação da morte do seu “eu” do presente, mas mesmo sendo uma versão mais nova do Doutor Estranho, ele ainda não é o herói que o mundo necessita agora. O jovem, junto com os outros que estão na sede Sanctum Sanctorum descobrem que já estão sofrendo as consequências, com invasões sobrenaturais de vários grupos distintos.

Doutor Estranho em The Death of Doctor Strange # 2

Entre esses invasores está Dagoth, que ergueu sua cidade de Kalumesh no fundo do oceano como base de operações; o antigo mago Tiboro, nas profundezas da selva; Aggamon, governante da Dimensão Roxa, que fez sua fortaleza no meio do deserto de Gobi; e Umar, que materializou parte de seu reino na Antártida.

Apesar dessas invasões já terem começado, o jovem Estranho observa que nenhum deles fez algum tipo de movimento ofensivo, além de se instalarem cada um em seu território. Isso abre um sinal de alerta para a versão mais nova do feiticeiro, que entende os perigos que um ataque em grande escala pode desencadear.

A chance de que exista algo ainda mais poderoso por trás das forças místicas que se instalaram no Universo Marvel é preocupante e faz com que esperemos que essa versão mais nova do Doutor Estranho tenha a capacidade de combater tais ameaças, ou que pelo menos seja capaz de auxiliar alguém que consiga tal feito.

Confira também:

Imagem de perfil
sobre o autor Flávia Pedro

Historiadora formada pela UFF e apaixonada por cultura japonesa, animes, mangás, filmes... Criadora de conteúdo no instagram Anime Dicria, viciada em café e leitora de fanfics ruins nas horas vagas. Instagram: fllavia_pedro