Capa da Publicação

Deadpool: Tim Miller, diretor do primeiro filme, diz que personagem não precisa ser +18

Por Cristiano Rantin

Deadpool 3, filme que está sendo desenvolvido para o MCU, ainda tem deixado os fãs preocupados. Conhecido pro sua boca suja e pela quantidade de violência gráfica, Deadpool teve dois filmes impróprios para menores de idade, algo que não deve acontecer quando o personagem for trabalhado pelas mãos da Marvel Studios, que é parte Disney. Entre tantas dúvidas e ansiedades, Tim Miller, diretor do primeiro live-action do Mercenário Tagarela, defendeu que o personagem não precisa ser +18 para funcionar.

Em uma entrevista ao Inverse, Tim Miller disse:

“Eu acho que a maneira que Ryan Reynolds trabalha o personagem, a maneira que ele abraça esse tipo particular de insanidade — mesmo que você dissesse que ele não vai dizer palavrões — isso ainda estaria lá. Ele ainda seria o personagem. Você pode tirar todas as partes +18 disso e ainda assim seria Deadpool se fosse o Ryan interpretando ele.” 

Cena de Era Uma Vez um Deadpool

Vale lembrar que Deadpool 2 foi adaptado para uma versão chamada Era Uma Vez um Deadpool, que teve a classificação indicativa para 14 anos, livrando o filme das cenas mais grotescas e explícitas, assim como adequando a linguagem para o novo público. Ainda que não tenha agradado todos os fãs, a produção conseguiu provar que a loucura do personagem continuou a mesma.

Deadpool 3 não tem previsão de estreia.

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Cristiano Rantin

Jornalista • Editor • Mestrando em Comunicação pela UEL • Twitter e Instagram: @Chris_Rantin • "Eu sou o fogo e a vida encarnados. Agora e para sempre eu sou a Fênix!"