Capa da Publicação

Dan Brown: Livros, ordem de leitura e adaptações 

Por Chris Rantin

Dan Brown se tornou um escritor mundialmente conhecido por O Código Da Vinci, livro extremamente popular que figurou na lista dos mais vendidos e que foi transformada em um filme que rendeu 760 milhões de dólares na bilheteria. Com o sucesso do livro, toda a franquia de Robert Langdon, o professor estudioso de símbolos e mitologias que acaba no centro de inúmeras conspirações e assassinatos, ganhou destaque e (quase todas) foram adaptadas em live-action.  

Este ano, veremos um capítulo da história de Robert Langdon chegando nas telinhas através da série baseada em O Símbolo Perdido. Mas qual é a ordem de leitura? O que já foi adaptado para os cinemas? Onde assistir a nova série? Vem comigo que eu te explico tudo! 

Qual a ordem de leitura dos livros de Dan Brown? 

A saga de livros de Robert Langdon tem uma ordem diferente do que vimos nos filmes. Tudo começa com Anjos e Demônios, seguindo por O Código Da Vinci, O Símbolo Perdido, Inferno e, por último, Origem, a história mais recente do professor. 

Ao longo de cinco livros, Robert precisou desvendar o homicídio de Papas e líderes religiosos, salvar a humanidade de um vírus desconhecido, combater organizações secretas e até mesmo decifrar códigos obscuros do passado dos Estados Unidos. Boa parte dessas aventuras conseguimos ver nos cinemas, mas

Anjos e Demônios 

Em Anjos e Demônios conhecemos Robert Langdon, professor de simbologia em Harvard, convidado para o CERN — um dos maiores centros de pesquisa científica do mundo — para auxiliar na investigação de um homicídio. Sua especialização é necessária pois um cientista foi marcado no peito, com um ferro em brasas, com um símbolo misterioso. 

É então que se dá início a um grande mistério, uma vez o assassino conseguiu roubar uma arma perigosa e pode ser uma grande ameaça para a Igreja Católica. Assim, Robert segue para a Cidade do Vaticano, correndo contra o tempo para tentar impedir que os Illuminati consigam destruir o pilar do cristianismo — e seguir com seus homicídios. 

 

O Código Da Vinci

O Código Da Vinci, a segunda aventura de Robert, é também a história mais popular do professor. Após um assassinato no Museu do Louvre, resultando em um simbolismo misterioso deixado em torno da vítima, Langdon é chamado mais uma vez para auxiliar na investigação. 

Contudo, o protagonista acaba sendo o principal suspeito do crime e precisa desvendar uma conspiração insana envolvendo o Priorado de Sião e a Opus Dei, ao mesmo tempo em que foge das autoridades e do misterioso assassino que tenta impedir que um segredo que abalaria a imagem de Jesus Cristo e Maria Madalena sejam revelados. 

 

O Símbolo Perdido

Em O Símbolo Perdido, Robert é convidado para dar uma palestra em Washington a pedido de um amigo, mas descobre que tudo era uma armadilha de um serial killer para atraí-lo para uma investigação em busca de um portal místico que, supostamente, garantiria a Apoteose — transformação de alguém e um Deus. 

Seguido de perto pelo inteligente e perigoso assassino Mal’akh, Robert precisa decifrar os segredos da Pirâmide Maçônica em busca da palavra perdida que, quando compreendida, seria capaz de conceder poderes sobre-humanos. 

 

Inferno 

No quarto livro da saga, Inferno, Robert Langdon acorda em um hospital em Florença sem memórias das suas últimas horas e com um ferimento à bala na cabeça. Perdido e sem entender como ele deixou os Estados Unidos, o pesquisador precisa escapar após sofrer uma tentativa de assassinato dentro do hospital. Enquanto tenta se lembrar das últimas 36 horas de sua vida, ele precisa desvendar um novo mistério, na tentativa de impedir que um gênio consiga espalhar um vírus misterioso que pode destruir a humanidade. 

Para isso, Langdon terá que mergulhar fundo na Divina Comédia de Dante Alighieri, desvendar segredos e símbolos ocultos e lutar pela própria vida enquanto segue por uma aventura na qual ele não pode confiar em ninguém — nem em sua mente. 

 

Origem 

Até o momento, a última aventura de Langdon é Origem. Na história, o professor é convidado para acompanhar uma apresentação de uma descoberta de Edmond Kirsch, um futurólogo bilionário e ex-aluno de Langdon, que supostamente abalaria todas as religiões do mundo, moldando o papel da ciência no planeta. Mas antes que ele consiga responder as questões “De onde viemos? Para onde vamos?” a noite no Museu Guggenheim de Bilbao é interrompida por uma ameaça aterrorizante. 

Agora, cabe a Robert Langdon tentar desvendar o segredo de Kirsch antes que sua descoberta seja perdida para a sempre. Contudo, um inimigo capaz extremamente inteligente está tentando silenciar a descoberta e fará o que for possível para frustrar os planos do protagonista. 

 

Livros isolados 

Além da saga de Robert Langdon, Dan Brown também publicou duas histórias no mesmo estilo — mistérios e suspenses repletos de reviravoltas, conspirações e ação. Os dois romances não tem conexão entre si, apesar da temática parecida. 

Além de Robert Langdon: Dan Brown também escreveu dois livros isolados

Fortaleza Digital, primeiro livro escrito por Brown, a Agência de Segurança Nacional americana (NSA) corre perigo após um ex-funcionário desenvolver um algoritmo inquebrável, capaz de inutilizar o supercomputador da agência e incapacitar a organização. Mais poderosa que a CIA e qualquer outra agência de inteligência do mundo, a NSA fica de mãos atadas e correndo um grande perigo sem o auxílio da máquina, por isso Susan Fletcher, uma brilhante matemática, é requisitada para tentar quebrar o código. Mas para conseguir isso, Susan precisa encontrar a chave do algoritmo, descobrir em quem ela pode confiar, evitar o maior desastre da segurança da história americana, tudo isso enquanto luta por sua vida e tenta salvar o homem que ama. 

Em Ponto de Impacto, na véspera das eleições norte-americana, a NASA descobre um meteorito escondido nas profundezas do Ártico, contendo fósseis que provam a vida extraterreste. Contudo, a descoberta gera uma série de consequências para a política mundial, chegando a afetar a eleição presidencial. Na tentativa de provar a autenticidade da descoberta, a analista Rachel Sexton é enviada pelo governo em uma expedição, mas se depara com indícios de uma fraude capaz de abalar todo o mundo. Antes que possa alertar o presidente dos Estados Unidos, ela é perseguida por assassinos profissionais e agora precisa correr contra o tempo tentando desvendar os autores desta conspiração enquanto luta por sua vida. 

Onde assistir os filmes de Dan Brown?

Até o momento três livros de Dan Brown já foram adaptados para o cinema: O Código Da Vinci, Anjos e Demônios e Inferno

O Código da Vinci (2006)

Onde está disponível para assistir? Netflix, Globoplay, Amazon Prime Video, Star+

Em 2006, O Código Da Vinci, filme com Tom Hanks que contou com 125 milhões de dólares de orçamento, conseguiu atingir a grande marca de mais de 760 milhões de dólares na bilheteria mundial. 

O grande sucesso do filme se deve, em partes, a polêmica que ele causou na época com a Igreja Católica por sugerir que Jesus Cristo e Maria Madalena foram casados e tiveram filhos. Entre críticas as ideias presentes no filme e a maneira que grupo Opus Dei foi retratado no projeto, o filme se tornou uma das produções mais populares (e controversas) do seu ano de lançamento. 

Anjos e Demônios (2009)

Onde está disponível para assistir? Netflix 

Ainda que seja o primeiro livro de Robert Langdon, nos cinemas, Anjos e Demônios foi lançado depois do polêmico Código Da Vinci. Contando com um orçamento de 150 milhões de dólares, a aventura do simbologista em meio a conspiração illuminati no Vaticano não teve o mesmo sucesso do seu antecessor, conquistando apenas 485 milhões de dólares na bilheteria mundial. 

Inferno (2016)

Onde está disponível para assistir? Netflix, Amazon Prime Video, Star+

Ao invés de adaptar o terceiro livro da saga, O Símbolo Perdido, a história de Robert Langdon nos cinemas pulou diretamente para o quarto volume da história. Amargando com cortes e grandes alterações na história do livro, Inferno foi o filme de Dan Brown que menos lucrou. O projeto teve 75 milhões de dólares de orçamento, mas rendeu apenas 220 milhões de dólares na bilheteria mundial. 

Onde assistir The Lost Symbol, a nova série de Dan Brown?

Este ano o universo de Dan Brown ganhou uma nova adaptação em live-action. Abandonando os cinemas para focar no streaming, O Simbolo Perdido marca um reboot na franquia, trazendo um novo elenco em uma série de 10 episódios desenvolvida para o Peacock.

Por esse motivo, até o momento não existe uma forma legalizada de assistir The Lost Symbol no Brasil, uma vez que ele ainda não está disponível em nenhum serviço de streaming nacional. 

Não deixe de conferir:

Imagem de perfil
sobre o autor Chris Rantin

Jornalista • Editor • Mestrando em Comunicação pela UEL • Instagram e Twitter: @Chris_Rantin • "Eu sou o fogo e a vida encarnados. Agora e para sempre eu sou a Fênix!"