Capa da Publicação

Quem é o Cavaleiro da Lua: conheça o herói que irá ganhar série no Disney+

Por Gus Fiaux

Quem acompanha os heróis mais obscuros da Marvel sabe que o Cavaleiro da Lua é um personagem e tanto, com uma história trágica e uma concepção extremamente complexa. Marc Spector e suas várias identidades vão fazer sua estreia no Universo Cinematográfico da Marvel através de uma série solo no Disney+, que está prevista para ser lançada em algum momento entre 2021 e 2022.

Nos quadrinhos, o herói não apenas ostenta vários visuais icônicos, como também é conhecido por ser o avatar de Khonshu, um deus egípcio da lua e da vingança. Criado em 1975 por Doug Moench Don Perlin, nas páginas de Werewolf by Night #32, o personagem possui muitas histórias e traz diversos elementos que serão inovadores para a franquia da Marvel Studios. Por isso, selecionamos aqui um breve guia para você entender um pouco mais do Cavaleiro da Lua!

Origens do Cavaleiro da Lua

Nascido em Chicago, Marc Spector era o filho de um rabino. Desde sempre, ele era rebelde e inconformado com a vida, tentando sempre conquistar um lugar melhor no mundo. Quando adulto, ele entrou para a Marinha, além de fazer alguns trabalhos ocasionais para a CIA. Após deixar as forças armadas, ele se torna um mercenário e parte em busca de missões cada vez mais gloriosas e mortais, viajando por todo o globo.

Em uma dessas viagens, ele vai parar no Egito, onde é traído por um de seus colegas de missão (Raul Bushman) e acaba sendo morto aos pés de uma estátua peculiar – trata-se de uma figura de Khonshu, o deus egípcio da lua e da vingança. A divindade se apieda do morto moribundo e decide ressuscitá-lo, transformando Marc em seu campeão – um lutador e vingador em prol dos mais fracos.

Nascia assim o Cavaleiro da Lua. O personagem retornou aos Estados Unidos, onde contava com a ajuda de vários aliados importantes, como Jean-Paul DuChamp (o “Francês“), Marlene AlrauneBertrand Crawley. Em suas aventuras, ele desenvolve algumas identidades secretas para poder se afastar da vida de mercenário e também para ficar mais próximo do submundo criminoso dos Estados Unidos.

Em sua primeira história nas HQs, ele é contratado pelo Comitê, uma organização nefasta que deseja caçar Jack Russell, o anti-herói conhecido como Lobisomem. Originalmente, isso leva a um confronto entre Marc e Jack, mas os dois acabam percebendo que precisam se aliar para deter a organização criminosa. Eventualmente, os dois se tornam aliados, embora se enfrentem de vez em quando.

Problemas psicológicos

Um dos traços que torna Marc Spector diferente de todos os outros personagens da Marvel ou dos quadrinhos de forma geral é sua maior fraqueza: ele possui distúrbios psicológicos severos, incluindo transtorno dissociativo de personalidadeIsso basicamente significa que ele possui múltiplas personalidades, que “aparecem” cada vez que ele requer que uma delas se manifeste.

No início de suas histórias, ele ficava dividido entre três personalidades distintas: o mercenário Marc Spector (sua personalidade-base), o milionário playboy Steven Grant e o taxista soturno Jake Lockley. Com o tempo, ele foi incorporando outras personalidades, embora as três primeiras sejam as únicas que continuam sendo retratadas até hoje. Em uma fase, ele chegou a usar diferentes trajes, para ser o Cavaleiro da Lua e o Sr. Da Lua.

Tudo isso torna a história do personagem muito rica e interessante, uma vez que nunca sabemos se Marc de fato é o avatar de Khonshu ou se tudo não passam de problemas psicológicos causados por seu transtorno. Isso é muito bem explorado em Moon Knight Vol. 8, HQ que mostra Marc Spector preso em um sanatório e obrigado a aceitar que todas as aventuras que viveu não passavam de delírios.

Sabemos também que parte dessa “loucura” se deve à própria influência de Khonshu na vida de Marc. O deus é conhecido por ter quatro “faces” – o Descobridor, o Acolhedor, o Defensor e o Vigia. Suspeita-se que Spector entra em ciclos através dessas personalidades, o que o faz ficar ainda mais imerso em seus próprios problemas psiquiátricos, quase como se Khonshu fosse um catalisador para isso.

Poderes do Cavaleiro da Lua?

As questões psicológicas de Marc Spector sempre nos fizeram questionar um pouco suas próprias convicções e atividades como Cavaleiro da Lua. Por exemplo, durante anos, acreditava-se que ele possuía um aumento considerável de força durante as noites de lua cheia, ao mesmo tempo em que ficava mais enfraquecido em períodos de lua nova. Há quem diga também que ele é imortal devido ao pacto feito com Khonshu.

E enquanto esses poderes “sobre-humanos” são difíceis de serem determinados por motivos óbvios, é importante lembrar que Marc possui várias habilidades e expertises humanas. Por exemplo, ele é especialista em investigação, interrogação armamentos, devido a todo tempo que trabalhou como mercenário. Além disso, ele é um piloto conhecido por usar vários veículos em suas missões, inclusive naves, aviões e barcos.

Ele também treinou seu cérebro para ser muito resistente à dor, além de ser um mestre em artes marciais e dominar vários idiomas com muita proeficiência. Apesar das mudanças bruscas de personalidade, ele também é geralmente visto como uma figura sociável, motivo pelo qual já fez parte de várias equipes heroicas, como os Vingadores, os Vingadores Secretos, os Heróis de Aluguel e os Defensores. 

Inimigos do Cavaleiro da Lua

Nas HQs, o Cavaleiro da Lua possui uma miríade de inimigos que podem acabar dando as caras no Universo Cinematográfico da Marvel. Poucos são verdadeiramente memoráveis, mas separamos três aqui que merecem destaque.

O primeiro deles é o Lobisomem que já citamos acima. Jacob Russoff era um homem amaldiçoado que acabou se tornando uma criatura licantropa. Ele inicialmente luta contra a transformação, mas acaba a abraçando e se torna uma espécie de anti-herói, usando a selvageria e a imponência de sua forma animal para colocar medo nos inimigos. Ele e o Cavaleiro da Lua possuem uma dinâmica bem interessante de “amigos e rivais”.

Outro vilão importante na história de Marc é Raul Bushman, um mercenário vindo de um pequeno país na África que ficou famoso por ser muito efetivo em sua área de trabalho, ainda que fosse completamente inescrupuloso e mentalmente instável. Ele abandona Marc Spector para morrer aos pés da estátua de Khonshu, e os dois acabam se reencontrando algumas vezes ao longo dos anos.

A terceira vilã memorável é Scarlet Fasinera, uma anti-heroína conhecida como Dama do Vitral. Fasinera era uma freira que decidiu seguir no rumo do vigilantismo após ser forçada a executar o próprio filho. Muito violenta e incontrolável, ela acaba entrando em embates com Spector ao longo dos anos, chegando a tentar matá-lo algumas vezes.

Cavaleiro da Lua no Universo Cinematográfico da Marvel

Em 2019, foi anunciado que a Marvel Studios estaria desenvolvendo uma série focada no Cavaleiro da Lua para o Disney+, seguindo o modelo de lançamentos recentes e vindouros como WandaVision e Loki. A série deve ter seis episódios e vai explorar as origens de Marc Spector e como ele foi transformado no avatar de Khonshu, virando o Cavaleiro da Lua.

Até o momento, temos algumas informações esparsas sobre a série e sua produção. Sabemos que Jeremy Slater (o criador da série d’O Exorcista The Umbrella Academy) está desenvolvendo os roteiros, enquanto Mohamed Diab e a dupla Justin Benson Aaron Moorhead devem comandar a direção de alguns episódios. Durante o Disney Investor Day do ano passado, Kevin Feige falou que a série vai explorar muito da mitologia egípcia.

Porém, o maior atrativo da série está em seu protagonista. Há meses, haviam rumores de que Oscar Isaac (o Poe Dameron da nova trilogia de Star Wars) estaria negociando para interpretar o herói. Mais recentemente, um dos diretores de fotografia da série confirmou a escalação, dizendo que sente-se honrado de trabalhar com Isaac. Nós já sabemos também, de acordo com Feige, que o personagem irá aparecer em outros filmes do MCU, além da série.

Abaixo, veja 10 coisas que queremos ver na série do Cavaleiro da Lua:

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux