Casa Gucci: Saiba tudo sobre a história do crime real que inspirou o filme

Capa da Publicação

Casa Gucci: Saiba tudo sobre a história do crime real que inspirou o filme

Por Jaqueline Sousa

Histórias de crimes reais frequentemente aparecem em produções hollywoodianas, o que desperta a curiosidade de diversas pessoas. O filme Casa Gucci, que estreia nesta quinta-feira (25), é uma dessas histórias, e traz à tona o assassinato de Maurizio Gucci, diretor da Gucci, uma das grifes mais famosas e influentes do mundo. 

Na época, o caso ganhou grande repercussão midiática por envolver a ex-esposa do estilista, Patrizia Reggiani. A notícia não saiu das primeiras páginas dos jornais e as investigações duraram dois anos. Mas o que realmente aconteceu? Confira a verdadeira história do crime que inspirou o filme de Ridley Scott!

O casamento de Maurizio Gucci e Patrizia Reggiani

Maurizio Gucci e Patrizia Reggiani na vida real.

Neto de Guccio Gucci, fundador da Gucci, Maurizio Gucci se casou com Patrizia Reggiani em 1973, quando ambos ainda eram jovens. O matrimônio, que ocorreu na igreja San Sepolcro, em Milão, contou com cerca de 500 convidados e, apesar da ausência do pai de Maurizio, Rodolfo, tudo correu bem. Os dois tiveram duas filhas, Alessandra e Allegra.

Entre muito luxo e festas extravagantes, o casamento de Maurizio e Patrizia era um prato cheio para a imprensa. Mas, apesar da imagem de casal perfeito que transmitiam aos olhares dos fotógrafos, os dois tinham personalidades bastante diferentes. Enquanto Maurizio era discreto, Patrizia era reconhecida por suas vestimentas exageradas, energia contagiante e opinião forte. Nem tudo eram flores na vida do casal.

Casos de família

Em Casa Gucci, Adam Driver interpretará Maurizio Gucci, enquanto Lady Gaga viverá Patrizia Reggiani.

Quando Rodolfo Gucci, pai de Maurizio, morreu, em 1983, os ventos começaram a mudar para a grife, afetando também o casamento do herdeiro com Patrizia. Com 50% das ações da empresa em mãos, Maurizio assumiu um papel significativo na Gucci, que cresceu ainda mais depois que ele obteve as ações de seu primo Paolo

A família não ficou tão contente com o sucesso de Maurizio na grife. Seu tio Aldo, por exemplo, não aprovava a gestão do sobrinho, o que gerava diversas discussões familiares. Enquanto isso, Patrizia se sentia ofendida por não ter uma participação mais assertiva na marca, desgastando ainda mais o casamento com Maurizio

Até que, em 1985, Maurizio resolveu sair de casa. Porém, o divórcio com Patrizia só seria oficializado em 1994, quando o herdeiro da Gucci se juntou com Paola Franchi, amiga de infância dele. Descontente com os rumos que sua relação com Maurizio tinha tomado, o ódio de Patrizia pelo ex-marido só aumentou.

O crime e suas consequências

Lady Gaga como Patrizia Reggiani em Casa Gucci.

Foi na manhã de 27 de março de 1995 que três tiros no peito mataram Maurizio Gucci. O crime aconteceu quando o executivo estava entrando nos escritórios da Via Palestro, deixando o mundo da moda em choque.

As investigações do assassinato de Maurizio duraram dois anos. Por um bom tempo, os policiais acharam que o crime não passava de uma rixa financeira, até que uma ligação misteriosa, em 8 de janeiro de 1997, mudou a percepção dos investigadores. O informante contou ao chefe da polícia de Lombardia, Fillippo Ninni, que, quando estava hospedado em um hotel em Milão, ouviu o plano de assassinato de Maurizio Gucci. A partir disso, os investigadores conseguiram chegar ao envolvimento de ninguém mais, ninguém menos que Patrizia Reggiani.

Ao todo cinco pessoas estavam envolvidas no assassinato: Patrizia Reggiani, Pina Auriemma (amiga de Patrizia), Ivano Savioni (porteiro), Orazio Cicala (homem que dirigiu o carro para fuga da cena do crime) e Benedetto Ceraulo, o homem que matou Maurizio com três tiros no peito. O julgamento do crime aconteceu em 1998, e Patrizia foi condenada a cumprir 29 anos de prisão. Destes, ela cumpriu apenas 18 por bom comportamento na cadeia. 

Hoje em dia, Patrizia tem 72 anos e vive em Milão. No documentário Lady Gucci: The story of Patrizia Reggiani, de 2020, a ex-mulher de Gucci afirma que “achava que ninguém descobriria que ela estava envolvida no crime”. 

Confira o trailer do documentário abaixo:

O filme de Ridley Scott

Casa Gucci estreia em 25 de novembro nos cinemas.

Com direção do consagrado cineasta Ridley Scott, Casa Gucci está com estreia marcada para 25 de novembro nos cinemas. Baseado na história do assassinato de Maurizio Gucci, o filme é protagonizado por Lady Gaga, que viverá Patrizia Reggiani, e Adam Driver, que interpretará Maurizio Gucci. O elenco ainda traz nomes de peso como Al Pacino, Jared Leto, Jeremy Irons e Salma Hayek.

Confira o trailer oficial do filme:

Lady Gaga vem ganhando diversos elogios por sua performance no filme. No entanto, Patrizia Reggiani não ficou contente por Gaga não ter a encontrado antes das gravações, afirmando em uma entrevista que “não tinha nada a ver com dinheiro, e sim com bom senso e respeito”.

Você conhecia a história real por trás do filme Casa Gucci? O que espera do longa de Ridley Scott? Conta pra gente!

Aproveite também:

Imagem de perfil
sobre o autor Jaqueline Sousa

Jornalista. Apaixonada por cinema, música e literatura. | @jqlnsss