Capitão América e Homem de Ferro enfrentam antigo recruta dos Vingadores em nova HQ

Capa da Publicação

Capitão América e Homem de Ferro enfrentam antigo recruta dos Vingadores em nova HQ

Por Junno Sena

Escrito por Derek Landy e Angel Unzueta, Capitão América/Homem de Ferro #1 traz Steve Rogers e Tony Stark se juntando para combater o ressurgimento da Hydra. Seguindo os eventos de Falcão e o Soldando Invernal, as ameaças do quadrinho vão além da Hydra e os heróis tiveram que enfrentar um antigo recruta dos Vingadores. Um que o próprio Tony treinou.

O passado desse personagem em questão remonta do arco Guerra Civil. Nele, o Homem de Ferro começou a Iniciativa dos 50 Estados, dando a jovens heróis as oportunidades que precisavam para se tornarem os Vingadores do amanhã.

Nesse sentido, cada estado americano ganhou um time de super heróis para protegê-lo, sendo Tony como o supervisor não apenas da operação, mas do país no geral. Depois do término da iniciativa, o grupo Rangers. formado durante o projeto, permaneceu unido, lutando contra a empresa Roxxon ao lado de Kaine, o clone do Homem-Aranha.

Agora, um desses jovens se tornou um fugitivo, procurado pelo assassinato de várias pessoas nos últimos anos. Ele foi reapresentado tentando resgatar Eden, que foi presa enquanto tentava recrutar poderosos aliados para sua missão de reconstruir a Hydra.

Cena de Capitão América/Homem de Ferro #1

A nova pedra no sapato de Tony e Steve mostra que o futuro desse novo arco terá diversas complicações das escolhas passadas feitas por esses dois. Uma vez que traz não apenas a Iniciativa dos 50 Estados de volta, mas também o retorno do Capitão da Hydra e sua misteriosa identidade, uma vez que a versão original do mal de Steve foi morta anteriormente.

A minissérie de 5 edições de Capitão América/Homem de Ferro está sendo lançada nos Estados Unidos.

Veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Junno Sena

Pós graduando em Antropologia com o raio problematizador ligado no 120. Assiste filme trash para relaxar e dorme cantarolando a trilha sonora de A Hora do Pesadelo. Blaxploitation na veia e cinema coreano no coração. Atualmente mora em Petrópolis, RJ.