Capa da Publicação

Batman: Herói enfrenta vilão apresentado durante o evento Future State em nova HQ

Por Melissa de Viveiros

Muitos vilões do Batman tem uma história com o Asilo Arkham, embora poucos tenham estado dos dois lados do estabelecimento. Agora, o herói enfrentou um novo antagonista que já trabalhou no local, e que teve sua introdução durante o evento Future State. Para identificá-lo, o Cavaleiro das Trevas contou com o auxílio de Arlequina, que ofereceu um diagnóstico do estado mental do inimigo (via CBR).

No volume #110 de sua série atual, Batman precisou enfrentar Sean Mahoney, um antigo guarda de Arkham que se tornou o chamado Peacekeeper-01. Apesar de todos os registros do estabelecimento terem sido perdidos, Arlequina se lembrou de Mahoney, e mesmo ela se mostrou horrorizada diante da crueldade sádica que ele demonstrava.

Durante o Future State, os Peacekeepers eram uma força policial que matava criminosos e civis, utilizando tecnologia avançada para isso. Trabalhando para o Magistrado, eles estavam sendo utilizados por Simon Saint para controlar Gotham. Na linha do tempo atual da DC, um deles só fica frente a frente contra o Cavaleiro das Trevas no volume #109 da série atual do Batman, sendo o mesmo inimigo que ele voltou a enfrentar no volume mais recente das HQs.

Na ocasião, a luta não foi bem para o herói de Gotham. A armadura de seu inimigo conta com tecnologia para analisar e responder a todas as técnicas de combate utilizadas pelo Homem-Morcego. Desde o princípio, ele demonstra um grande desejo de matar o personagem, ao invés de simplesmente prender o protagonista. De acordo com Mahoney, o Batman tornaria a cidade mais poderosa por provocar supervilões ao trabalhar ao lado de criminosos, como a Arlequina e a Mulher Gato. Para ele, o Cavaleiro das Trevas também estaria errado ao trabalhar junto com o Comissário Gordon, a quem ele acusa de odiar a polícia.

Ao longo do confronto, o novo antagonista contou que havia plantado diversas bombas na cidade, ajudando Saint a ganhar mais poder. Sem conseguir lidar com a situação por conta própria, isso levaria a força policial a precisar da ajuda dos Pacificadores, o que seria o real objetivo dele. Para piorar a situação para o Batman, o protagonista foi forçado a fugir, não sendo capaz de derrotá-lo sozinho.

Voltando ao seu esconderijo, o herói contou a Arlequina o que aconteceu durante a luta. Ela se lembrou do adversário do Cavaleiro das Trevas, o reconhecendo como Sean Mahoney e se lembrando de quando ele trabalhava em Arkham. De acordo com ela, o guarda recorrentemente abusava dos presos, sendo um “sádico” que ela considera extremamente inseguro. A personagem se mostra chocada ao descobrir que os registros de toda a má conduta de Mahoney desapareceram e que ele foi contratado para ajudar a proteger a cidade.

Apesar de seu histórico de violência, ele nunca sofreu consequências sérias por suas ações, inclusive mantendo seu emprego em Arkham. Além disso, o personagem se tornou o líder dos Peacekeepers, o que o colocou em uma posição de autoridade ainda maior. Como a trama deixa claro, ele não deixará de abusar de seu poder agora, e o Cavaleiro das Trevas precisará encontrar maneiras de lidar com o inimigo que ele ainda não foi capaz de derrotar.

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Melissa de Viveiros

Graduanda em Letras na UFMG. || What is infinite? The universe and the greed of men. || @windrunning_