Capa da Publicação

Batman se torna o mais procurado de Gotham em nova HQ

Por Raphael Martins

Por décadas a fio, o Batman foi o grande protetor de Gotham, muitas vezes sendo a única coisa que separava a cidade de sua total aniquilação. Mas após os eventos do arco A Guerra do Coringa, o morcego acabou se tornando o inimigo público número 1 da cidade, e isso acaba de piorar na mais recente HQ estrelada pelo cavaleiro das trevas.

Gotham City contra o Batman

O Batman pode ter levado a melhor contra o Coringa em seu último e destrutivo confronto, mas a vida dele não se tornou mais fácil por causa disso. Depois de o vilão usar os equipamentos e armamentos do morcego para seus próprios fins, Gotham City precisou tomar medidas enérgicas, escolhendo um novo comissário de polícia e um novo prefeito que são claramente contra a existência do herói.

Em Detective Comics #1035 (via CBR), poderosa socialite membro de uma das famílias mais antigas e ricas da cidade é encontrada morta nos esgotos, Batman vai até lá investigar o acontecido, mas é surpreendido por policiais que priorizam a captura dele ao invés de preservar a cena do crime. O herói é forçado a revidar, e durante a batalha, uma das balas ricocheteia em sua armadura e atinge um dos policiais, o que faz com que o prefeito Nakano declare guerra ao cruzado encapuzado.

Enquanto o funeral de Sarah acontece na catedral, Nakano resolve empreender seus esforços para encontrar o culpado, nomeando uma força tarefa inteiramente dedicada a caçar o Batman. Esse novo esquadrão recebeu fundos privados para ser formada, o que dá a entender que forças ainda ocultas estão manipulando o curso dos acontecimentos das sombras, mantendo Batman e seus companheiros na defensiva.

Agora perseguido por quem costumava ajudar, Batman se vê em maus lençóis nas HQs

A trama se complica

O assassinato de Sarah só demonstra o quanto a força policial de Gotham e sua gestão mudaram sua maneira de abordar a questão da segurança pública na cidade. Após os eventos de A Guerra do Coringa, a polícia passou a considerar capturar o Batman ao invés de ajudá-lo a evacuar o Asilo Arkham quando o local foi atacado. E para piorar, foi revelado que o Espantalho estava por trás dos panos, forjando sua própria morte para escapar e provavelmente sendo aquele que proveu os fundos para que o prefeito Nakano pudesse fazer sua força-tarefa.

É possível que a morte de Sarah não seja um obra do acaso, e sim parte do plano para colocar a cidade e suas forças de segurança contra o Batman e a Bat-família. Com a saída de Jim Gordon do comando, o morcego se tornou o inimigo número 1 da cidade e considerado pelo prefeito e sua equipe como uma ameaça ainda maior e mais perigosa que os vilões que ele costumava enfrentar. Sem seus recursos outrora abundantes e com seus aliados separados, o herói encara o que pode ser o maior desafio de toda a sua vida.

Acuado, sozinho e sem recursos, o Batman precisará empregar toda sua inteligência e habilidade para encontrar o verdadeiro culpado e limpar seu nome

E agora, o que será do cavaleiro das trevas? Deixem seus comentários!

Veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael