Capa da Publicação

Assassin’s Creed Valhalla quase teve um final bem diferente

Por Gus Fiaux

Atenção: Alerta de Spoilers!

Assassin’s Creed Valhalla chegou como um verdadeiro presente para os fãs da franquia da Ubisoft, explorando mais da era dos Vikings e dando mais contexto da “origem” desse universo de Assassin’s Creed, bem como seus antecessores, Origins Odyssey. O jogo termina com uma revelação surpreendente, conforme a protagonista que acompanhamos durante toda a trilogia, Layla Hassan, sai de cena.

Porém, recentemente os produtores da Ubisoft falaram um pouco sobre o processo criativo por trás de Valhalla e todas as decisões que tiveram que tomar nos bastidores. Por exemplo, agora temos a descoberta que, no fim do jogo, Layla teria sido substituída por Shaun Hastings ou Rebecca Crane, algo que foi drasticamente alterado quando Basim, um dos personagens do game, aparece no presente e toma o lugar de Layla.

O diretor narrativo Darby McDevitt explicou essa decisão e como ela acabou sendo alterada:

“Eu me lembro que Ash [Ismail] disse: ‘Por que nós não colocamos ele como nosso protagonista dos dias atuais?’ E isso se tornou uma ideia interessante porque acho que a ideia original era de que, quando Layla fosse embora, talvez você voltasse e jogasse como Shaun [Hastings] ou Rebecca [Crane] e você poderia escolher, você poderia só alternar entre Shaun e Rebecca e jogar como eles.”

Na versão original, Basim estaria livre no mundo moderno, mas suas intenções seriam mais ambíguas, de modo que não saberíamos ao certo qual seria seu próximo passo. De qualquer forma, a equipe de produção ainda queria usar o Cajado de Hermes, visto originalmente em Assassin’s Creed Odyssey, em algum momento na trama do jogo.

Basim ganha muita importância ao fim de Assassin’s Creed Valhalla.

Se tivesse seguido o final original, talvez Assassin’s Creed Valhalla não fosse tão bem recebido pelos jogadores e pela crítica especializada. O game dá uma conclusão surpreendente à história de Layla, que fica presa na Câmara de Yggdrasil, mas é justamente a inclusão de um personagem como Basim no presente que deixou muitos interessados no futuro da franquia.

Assassin’s Creed Valhalla está disponível para PlayStation 4 5, Xbox One, Series X SPCGoogle Stadia.

Abaixo, veja 10 coisas que você precisa saber antes de jogar Assassin’s Creed Valhalla:

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux