Capa da Publicação

X-Men: Marvel apresenta mutante com poder invencível nos quadrinhos

Por Raphael Martins

A saga X of Swords (10 de espadas, em tradução livre) promete ser uma das mais perigosas para os X-Men em muitos anos. Nela, dez campeões escolhidos de Krakoa deverão encarar dez campeões de Arakko, leais aos quatro cavaleiros do apocalipse, todos armados com espadas de propriedades letais. E uma nova revelação pode ter dificultado bastante a vida dos heróis.

Em X-Men #14 (via ComicBook), Apocalipse tem uma longa conversa com sua esposa, Genesis, que é na verdade a Aniquilação de Arakko, e ela explica a ele a história dos mutantes perdidos e como ela se tornou a Aniquilação. Na história, Genesis fala sobre sua irmã, Isca a Invencível, cujo título não é simplesmente um exagero.

Genesis conta a seu marido que Isca foi para o lado dos Amenthi na batalha contra Arakko, revelando então seu poder: ela literalmente não pode ser derrotada. Isca pode se adaptar a qualquer terreno, estratégia ou técnica, o que garante sua vitória em 100% dos casos.

Para efeito de comparação, esse é um poder ainda mais “injusto” do que o da mutante Dominó, que pode alterar a probabilidade a seu favor. Mas a coisa fica ainda mais exagerada em Marauders #14, quando os X-Men tentam procurar fraquezas em seus oponentes que possam ser usadas para sua vantagem na luta que se seguirá. Contudo, quando Magia e Gorgon tentam descobrir algum ponto fraco em Isca, não encontram absolutamente nada.

A única solução encontrada pela dupla de mutantes é derrotar quantos campeões de Arakko for possível antes de lidarem com Isca, com a esperança de que, em maior número, eles possam fazer frente a adversária. Mas ao que tudo indica, nem mesmo isso irá funcionar, e os X-Men terão que suar a camisa para superarem mais esse desafio.

Veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael