Capa da Publicação

Liga da Justiça: Ray Fisher acusa Joss Whedon de ter sido racista durante a produção

Por Raphael Martins

O ator Ray Fisher, que viveu o Ciborgue em Liga da Justiça, há vários meses fala publicamente sobre as conturbadas regravações do filme, acusando o diretor Joss Whedon de criar um ambiente de trabalho tóxico e a própria Warner Bros. de ser conivente com as ações do diretor. Agora, ele finalmente revelou por que resolveu abrir o jogo sobre o assunto.

Em uma entrevista recente concedida para o site Forbes, Fisher acusa Joss Whedon de atitudes racistas, o que o teria levado a empreender uma guerra pessoal contra o diretor e o estúdio. Ele culpa Whedon por cortar vários personagens interpretados por atores negros, incluindo Kiersey Clemons (escalada como Iris West ao lado de Ezra Miller). Fisher disse à Forbes:

“Sempre suspeitei que a raça era um fator determinante para a forma como as coisas aconteciam ali, mas foi só no verão passado que pude provar isso. Racismo foi apenas um dos problemas das refilmagens. Houve dicussões, ameaças, coerção, insultos, condições de trabalho inseguras, depreciação e ofensas que você não acreditaria. O que deixou minha alma em chamas e me forçou a falar abertamente sobre Joss Whedon nesses últimos meses foi eu ter sido informado de que ele havia ordenado que a cor de um ator fosse mudada durante a pós-produção, porque ele não gostava do tom da cor da pele dele. Cara, com tudo que 2020 tem sido, essa foi a gota d’água para mim.”

Fisher também explicou que precisou de distanciar um pouco de Zack Snyder após a mudança na direção de Liga da Justiça, e que ambos não sabiam do que acontecia nos bastidores por muito tempo:

“Você tem que entender, Zack se afastou para estar com a família dele e nós queríamos dar a ele o espaço para fazer isso. Ele e eu não nos falamos por cerca de um ano depois que ele saiu.”

Zack Snyder’s Justice League chega para a plataforma HBO Max em algum momento de 2021.

Confira nossa lista com todos os detalhes do trailer do Snyder Cut aqui embaixo:

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael