Capa da Publicação

Advogado de Johnny Depp encerra defesa criticando Amber Heard

Por Evandro Lira

O julgamento de difamação deflagrado por Johnny Depp contra o jornal britânico The Sun está próximo de uma resolução. Durante suas considerações finais, o advogado do ator, David Sherborne, descreveu Amber Heard, ex-esposa de Depp e atriz de Aquaman, como “uma mentirosa compulsiva”.

Sherbone afirma que o jornal se apoiou nas evidências de Heard, uma “testemunha totalmente não confiável”, quando chamou Depp de “espancador de esposas”.

Ele completa dizendo que Heard é “francamente, uma mentirosa compulsiva” e que todas as provas apresentadas por Depp no tribunal mostram que a única agressora doméstica do caso é ela, e não o ex-marido.

Os argumentos de ambos os lados foram apresentados ao juiz Andrew Nicol, que deve proferir um veredito no final de setembro. A decisão do juiz certamente deve influenciar outro processo, dessa vez nos Estados Unidos, onde Depp pede 50 milhões de dólares a Amber Heard depois que ela escreveu um artigo no The Washigton Post sugerindo que ela foi agredida por ele.

Quando a audiência terminou, Heard publicou um desabafo no Instagram, onde disse:

“Foi incrivelmente doloroso reviver o rompimento do meu relacionamento, questionar meus motivos e minha verdade e os detalhes mais traumáticos e íntimos da minha vida com Johnny compartilhados em um tribunal e transmitido para o mundo inteiro. Mas eu mantenho meu testemunho e agora confio na justiça britânica.”

Imagem de perfil
sobre o autor Evandro Lira

Bacharel em Cinema e Audiovisual, potterhead das antiga, filho dos filhos do átomo, fã de mais coisas do que deveria, frequentemente falando sozinho no Twitter. Segue: @evandroslira