Capa da Publicação

Presidente da EVO é acusado de pedofilia e diversos games se retiram do evento

Por Lucas Rafael

Joey Cuellar, fundador e CEO do torneio de jogos de luta EVO, foi acusado por usuários do Twitter de atitudes sexuais predatórias e pedófilas. Segundo as denúncias, ele pagava fichas para que  pessoas mais novas se despissem e pulassem em piscinas, sendo que na maioria se tratavam de meninos menores de idade. Outra acusação afirma que Cuellar fez um rapaz de 17 anos mostrar o tamanho de seu órgão genital por dinheiro.

Após as denúncias, diversas empresas que contam com seus jogos no torneio estão se retirando e manifestando-se contra Cuellar.

Segundo a organização do evento, Cuellar está sendo investigado e será suspenso da companhia.

Enquanto isso, as principais marcas do evento se retiraram. NetherRealm (Mortal Kombat), Bandai Namco (Dragon Ball FighterZ), Capcom (Street Fighter) estão entre os nomes que deixaram o evento.

O torneio de 2020 deveria ocorrer online por conta da pandemia. Agora, com essas alegações somadas à saída de alguns dos principais games, a versão online do evento programada para este ano foi cancelada.

Imagem de perfil
sobre o autor Lucas Rafael

Redator. Entusiasta de coisas demais