I Am Not Okay With This: Produtor explica porque Netflix cancelou a série

Capa da Publicação

I Am Not Okay With This: Produtor explica porque Netflix cancelou a série

Por Leo Gravena

Apesar de ter sido aprovada para uma segunda temporada pouco antes de estrear na Netflix, I Am Not Okay With This foi cancelada pouco tempo após estrear no serviço de streaming.

A série conta a história de uma garota de 17 anos, interpretada por Sophia Lillis de It: A Coisa, que precisa lidar com sua família, sexualidade e superpoderes, enquanto lida com bullyings da escola e uma misteriosa figura que está a seguindo. A primeira temporada acabou com um grande gancho, deixando os fãs bastante frustrados.

Agora, o showrunner e principal produtor executivo da série, Jonathan Entwistle, que também é produtor de The End of the Fxxxing World,  falou sobre o cancelamento e explicou o que aconteceu para a Netflix ter decidido não renovar a série.

Em entrevista com o Insider, Entwistle explicou que houve vários fatores que contribuíram para o cancelamento, desde a pandemia do novo coronavírus, até de diferenças criativas entre ele e a Netflix.

Inicialmente, o produtor começou falando sobre como foi para eles escreverem toda a segunda temporada, dizendo que eles trabalharam rápido para já ter o material em mãos:

“Havia a iminente greve dos roteiristas, que era algo bem grande na Netflix. Estávamos trabalhando quando que a semana inteira, sem saber quanto tempo ia durar antes que alguém decidisse acabar com algo que nos afetaria.

 

Quando a pandemia chegou, nós saímos do escritório e definitivamente teve uma mudança dentro da Netflix. Nós terminados os roteiros e foi um trabalho duro dos roteiristas em uma sala do Zoom. Nenhum deles vai te dizer que isso foi bom, não foi.” 

O produtor estão explicou que mesmo com o roteiro da segunda temporada estando pronto, o custo da produção seria ainda maior devido a pandemia.

“Eu vi algumas pessoas falando e os números estão certos. É cerca de $5 a $10 milhões por cada temporada de uma série de TV para o equipamento de proteção, para os testes e para as mudanças sistemáticas que temos que fazer para deixar mais seguro.”

Logo depois, Entwistle falou sobre os problemas com a própria Netflix, deixando claro que o streaming e ele tinham ideias diferentes do que a série deveria ser. Segundo ele, a decisão foi feita devido o “valor” da produção na Netflix.

“Não era necessariamente sobre o número de espectadores, porque é mais complexo que isso com a Netflix. Tivemos ótimos números para uma série desse tamanho. Se você colocasse essa série no Hulu, seria algo gigantesco, mas na Netflix não foi muito impressionante. 

 

Eu acho que um dos problemas que enfrentamos com ‘I Am Not Okay With This’ é que de muitas formas eu considerava essa uma série de nicho menor, e [a Netflix] considerava um substituto de ‘Stranger Things’. Eu acho que eles estavam olhando as finanças e a série era mais cara do que eles acharam que valia a pena fazer”. 

Infelizmente, para os fãs, a série acabou com um grande gancho para uma segunda temporada que nunca será vista. O produtor, contudo, deixou claro que tentou alterar o final para que não ficasse com tantos mistérios, porém a Netflix não permitiu.

“Na verdade, quando a série foi cancelada, eu falei com a Netflix e disse ‘Ei, vocês me deixam cortar as últimas duas cenas para que não tenha diálogo e o homem apenas apareça para ela?’ Mas eles não me deixaram”. 

Confira também:

Imagem de perfil
sobre o autor Leo Gravena

Editor-Chefe | @LeoGravena
"...It was never going to be okay..."