Capa da Publicação

Gotham Knights: Desenvolvedor explica por que o jogo não faz parte da franquia Arkham

Por Gus Fiaux

Há muitos meses, os fãs estavam especulando a respeito do novo jogo do Batman, e se ele seria uma continuação direta da franquia Arkham. Com o DC FanDome, tivemos o anúncio oficial de Gotham Knights, um jogo que parece trazer alguns elementos da franquia da Rocksteady, mas que se passa em um universo próprio.

Abaixo, veja mais notícias de Gotham Knights:

Gotham Knights: Novo jogo do Batman é anunciado e ganha trailer, assista

Gotham Knights: Novo jogo do Batman ganha trailer dublado, assista

Gotham Knights ganha vídeo de gameplay sensacional, confira

Em uma entrevista ao Comic Book, o diretor criativo do gamePatrick Redding pôde falar um pouco mais sobre os motivos que tornam Gotham Knights um jogo à parte do universo criado na franquia Batman Arkham. Para ele, essa escolha deu à equipe de desenvolvimento da WB Montreal a chance de criar novos desafios para os jogadores:

“Bem, eu acho que foi uma oportunidade. A franquia Arkham é incrível e ela realmente se destaca como algo que todos amam, e é uma fantástica interpretação da mitologia do Batman. Eu acho que nós vimos a oportunidade de começar algo novo e tomar um novo olhar sobre isso, não apenas o universo do Batman, mas todos os personagens e heróis que fizeram parte disso por muitas décadas, e então pensamos sobre todos os desafios e ameaças que poderíamos lançar sobre os jogadores se estivéssemos dispostos a mudar um, dois ou três elementos como por exemplo – como já é o caso – os protagonistas”.

Redding também explicou que toda essa ideia forneceu a eles a oportunidade de explorar personagens que, até então, não haviam ganhado todo o destaque que mereciam. Para ele, é importantíssimo trabalhar a Batfamília como um todo, já que os personagens são bem diferentes entre si, apesar de compartilharem algumas familiaridades:

“Então isso realmente iniciou essa discussão para nós, e nós tivemos essa chance e viemos com essa ideia de, bem, olhe todos esses heróis incríveis, só os membros principais da Batfamília… você tem personagens que compartilham o mesmo DNA de luta contra o crime, mas que evoluíram de formas diferentes. Eles possuem diferentes estilos e são diferenças que poderiam mapear o estilo dos jogadores, e se usássemos isso como ponto de partida. Mesmo que eles sejam personagens ótimos e que servem como inspiração, ainda há muito espaço para crescimento, não é?”

Por fim, ele também falou um pouco mais sobre toda a jornada dos personagens e como isso será uma parte crucial do desenvolvimento do jogo. De acordo com a declaração, a construção narrativa de cada herói funcionará como uma meta de estratégia para que o jogador possa se envolver na história:

“Você pode imaginar que Gotham City está em apuros porque [a cidade] perdeu seu protetor, então como a Batgirl evoluiria para sua forma suprema de Cavaleiro das Trevas? Conforme olhamos para os quatro, nós vemos que eles estão indo em direções muito diferentes, e isso se torna uma forma de intriga, de crescimento e uma meta de estratégia por parte dos jogadores, de uma forma que sentimos que era animadora demais para se ignorar, e é por isso que tomamos esse rumo”.

Em Gotham Knights, você poderá jogar como um dos quatro membros da Batfamília – Batgirl, Asa Noturna, Robin e Capuz Vermelho. O jogo se passa inteiramente em Gotham, após a suposta morte do Cavaleiro das Trevas. A partir daí, o grupo restante precisa entrar em conflito com uma poderosa força que atua no submundo: a Corte das Corujas. 

Abaixo, veja 10 easter-eggs da franquia Batman Arkham:

Gotham Knights será lançado em 2021.

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux