Capa da Publicação

Dylan O’Brien conta sobre como o grave acidente em Maze Runner mudou sua vida

Por Cristiano Rantin

Dylan O’Brien é conhecido por Teen Wolf e por ser o protagonista da franquia Maze Runner, mas a carreira do jovem ator quase seguiu um caminho sombrio após o grave acidente que ele sofreu durante as filmagens de Maze Runner: A Cura Mortal. Agora ele voltou a falar sobre isso, contando como o evento mudou sua vida.

Em 2016 detalhes do seu acidente não foram divulgados. Tudo o que foi dito é que ele havia caído de uma parte do set de filmagens, o que fez com que ele quebrasse os ossos da maçã do rosto ou do encaixe orbital. A situação foi grave o bastante para O’Brien precisar de cirurgias reconstrutivas, o que atrasou toda a produção do filme até 2017.

Em uma entrevista para o Deadline,  O’Brien revelou que aceitou participar do filme The Education of Frederick Fitzell, filme que fala sobre lidar com a perda e com mudanças bruscas na vida, por causa do seu acidente.

“Isso foi definitivamente um dos motivos. Foi uma mistura de merda,” disse. “Eu tive uma longa e difícil jornada para voltar daquilo [o acidente], provavelmente mais longa e difícil do que as pessoas imaginam. Foi uma coisa muito privada e pessoal pra mim. Eu estava passando por aquela merda por um bom tempo.” 

Ele continuou:

Muita coisa estava mudando na minha vida e isso era difícil naquela época. Muita coisa na minha carreira estava mudando também. Eu estava lutando contra isso por um tempo e surtando por me sentir tão quebrado. Eu tive que aceitar isso e deixar isso afundar em mim. Foi hilário pensar no lugar em que eu estava quando li o roteiro, lendo aquele massacre de informações,” explica. “Mas eu acho que foi interessante, que eu entendi o núcleo [do filme]. Eu estava vivendo aquilo [o roteiro].”

Já em uma entrevista para a Variety, o ator explicou que o acidente mudou a maneira que ele encara um set de filmagens:

Até hoje, se eu vou fazer uma cena de ação, eu estou com equipamentos [de segurança]. Se tem alguma ação acontecendo eu fico um pouquinho irritado. Há um nível de ansiedade em mim que eu não acho que vai passar.” 

Veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Cristiano Rantin

Jornalista • Editor • Mestrando em Comunicação Social pela UEL • Twitter: @ChrisRantin • "Eu sou o fogo e a vida encarnados. Agora e para sempre eu sou a Fênix!"