Capa da Publicação

Dragon Ball Super: Novo capítulo mostra a fusão mais absurda da franquia

Por Márcio Jangarélli

Seguindo o anúncio de um dos editores de que o arco atual de Dragon Ball Super está para acabar, o novo capítulo do mangá colocou a história em um momento decisivo, fundindo o Moro com algo realmente absurdo (via CB).

A fusão é um processo bem complicado em Dragon Ball. Já vimos como a técnica dando muito certo, muito errado e até as bizarrices que pode gerar no caminho. No caso do capítulo 65 de Super, a franquia atingiu o seu ápice de estranheza nesse departamento.

Depois de, mais uma vez, o Goku dar uma Semente dos Deuses para um inimigo derrotado só para vê-lo ameaçar o universo novamente, o protagonista teve os poderes do Merus roubados de si. Absorvendo a energia angelical, o Moro não apenas impede que seu rival atinja o Instinto Superior perfeito novamente, como teve um aumento de poder assustador.

Tudo parecia perdido, com o vilão recuperado e ainda mais poderoso, quando algo inusitado aconteceu. Sem conseguir controlar essa quantidade gigantesca de poder, o corpo Moro entra em crise. Assim, ele é forçado a buscar um novo hospedeiro para si e acaba se fundindo com nada mais, nada menos, que o próprio planeta.

Sim, esse foi o nascimento de Moro, o Planeta Vivo. Ou quase isso.

Nem precisa dizer o quanto isso é problemático, seja para os heróis, seja para o próprio vilão. A expressão do Goku encarando a situação mostra que eles estão tão perdidos agora quanto os leitores. Como será que isso vai acabar?

Confira logo abaixo a imagem da “fusão” do Moro:

Ansioso para o próximo capítulo? Não esqueça de comentar!

Veja agora nossa lista com os personagens mais poderosos de Dragon Ball Super:

Imagem de perfil
sobre o autor Márcio Jangarélli

Assessor, redator e jornalista. Madonna de Jakku.