Capa da Publicação

Dragon Ball Super: Mangá explica que poder de Moro não vem de treinamento

Por Gabriel Mattos

Atenção: Alerta de Spoilers!

A batalha mais climática do arco “Prisioneiro da Patrulha Galáctica” está chegando ao seu fim no mangá de Dragon Ball Super. Antes de aniquilar Moro de uma vez, Goku tentou entender melhor seu oponente e descobriu que seu poder não veio dos treinos.

Na trama, Goku vem dando algumas oportunidades para Moro se redimir e tentar o caminho do bem. Depois de derrotá-lo, o saiyajin lhe deu uma Semente dos Deuses para recuperar suas energias e tentou convencer o vilão a se entregar para a Patrulha Galáctica. Obviamente, Moro não se deu por vencido, mas Goku o derrotou mais uma vez com seu Instinto Superior Aperfeiçoado.

No último capítulo do mangá (via CB), com Moro caído no chão, Goku resolveu perguntar mais sobre as origens dele:

“Você chegou a treinar algum dia? Você poderia ter se tornado ainda mais forte se você treinasse ao invés de comer planetas e roubar vidas. É uma pena, porque eu nunca encontrei ninguém tão forte quanto você. Se você fosse um cara decente, eu adoraria te enfrentar de novo depois que você treinar.”

Moro então diz que treinamento é para os fracos, indicando que sua habilidade é natural e não o resultado de algum treino.

Confira a conversa dos dois abaixo:

Sem nenhuma intenção de treinar ou se tornar alguém melhor, o vilão ignora o sermão de Goku, e aproveita para despertar o Instinto Superior do seu jeito. Em um ato desesperado, Moro tenta se fundir com a própria Terra.

Como será que Goku vai conseguir derrotá-lo desse jeito? Diga aqui nos comentários.

Confira também:

Imagem de perfil
sobre o autor Gabriel Mattos

Redator que joga mais Switch do que deveria e já leu todo o novo cânone de Star Wars, até os livros ruins. • @gabeverse