Capa da Publicação

Crash Bandicoot 4: Conheça melhor os principais vilões da franquia

Por Márcio Jangarélli

Ainda que os heróis da franquia sejam incríveis, é difícil pensar em Crash Bandicoot sem seus vilões icônicos. Muito além do grande rival do nosso marsupial insano, o Dr. Neo Cortex, cada game apresentou uma leva incrível de inimigos novos, criando uma galeria de vilões para o Crash invejável(!) para qualquer super-herói por aí.

Em Crash Bandicoot 4: It’s About Time, a vilania retorna quando Cortex, N. Tropy e Uka Uka escapam de sua prisão dimensional e abalam as estruturas do espaço e tempo. Para saber quais outros planos malignos estão em andamento, só jogando, né? Porém, que tal explorarmos um pouquinho a história dos principais antagonistas da franquia? Dessa vez, alguns deles até serão jogáveis, então é bom você saber onde está se metendo. 

Vem comigo nessa rápida investigação do mal na saga Crash Bandicoot.

 

Neo Cortex

Não tem como começarmos por outro. Dr. Neo Cortex, ou Neo Periwinkle Cortex, é o grande vilão da franquia, cientista maligno profissional e o responsável por criar seu próprio rival marsupial, o Crash.

Ainda que seu nome e visual não indiquem isso, Cortex cresceu na cidade de Peoria, Illinois, no Centro-Oeste americano. Ele tem 1,60cm de pura maldade, a coisa que mais gosta no mundo é de si mesmo e o que mais odeia é, claro, o Crash. 

Dependendo do lore que você for seguir, ele tem uma sobrinha, a Nina Cortex, que alguns especulam ser sua filha. E, se você quiser conhecer uma versão mais… jovem do cientista, Crash Team Racing Nitro-Fueled apresenta uma versão bebê do Cortex como personagem jogável.

Uka Uka

A máscara por trás dos planos do Cortex de escravizar o mundo, o Uka Uka é o gêmeo mais novo e maligno do Aku Aku e foi selado em um templo secreto muitos séculos atrás.

Algumas pistas ao longo da saga indicam que nem sempre Aku Aku e Uka Uka foram inimigos. Na verdade, uma fala em Twinsanity dá a entender que os dois já trabalharam juntos. E mesmo se aliando ao Cortex, o Uka Uka não tem lá muita paciência com o cientista, castigando suas falhas e o ameaçando constantemente.

Ah, claro, se você tem alguma dúvida sobre isso, tanto ele, quanto o Aku Aku, não nasceram como máscaras. Eles são feiticeiros antigos, humanos, que reencarnaram em máscaras tiki. Não fica claro, no entanto, se isso aconteceu antes ou depois do Uka Uka ser aprisionado no templo.

N. Gin

Um mestre em robótica e armas para ajudar na dominação mundial? Pois é, o N. Gin é o segundo cientista assistente do Cortex, depois da falha e traição do N. Brio.

Dependendo de onde vem o lore, o N. Gin foi um colega de classe do Cortex quando criança. Adulto, ele se tornou um físico renomado da indústria militar, porém um acidente fez um de seus mísseis se virar contra ele e o atingir na cabeça, alojando-se em seu cérebro. Ele conseguiu estabilizar o ferimento e se reconstruir como ciborgue, mas aí sua sanidade foi pro espaço.

O N. Gin é nerd de carteirinha, citando Star Wars e O Senhor dos Anéis. Ele é instável, indo de centrado e super inteligente para maníaco medroso em pouco tempo. Seus gostos também são 8 ou 80, entre grandes mechas e ballet. Mais baixinho que o Cortex, o N. Gin tem 1,25m, sem contar a altura do foguete.

N. Tropy

Mais um N entre os vilões, o Dr. Nefarious Tropy N. Tropy para os mais íntimos – é o autointitulado “Mestre do Tempo”. É ele quem o Uka Uka chama para corrigir as falhas do Cortex e o responsável por toda a bagunça espaço-temporal dos games.

N. Tropy é um amigo de longa, longa data do Uka Uka, com pelo menos um milênio de idade. Ele é um especialista em tecnologia quantum e manipulação temporal, responsável por criar o Time Twister de “Warped”.

É dito que seu passatempo favorito é criar paradoxos temporais por diversão. Ele possui um sotaque britânico e seu mundo em “Warped” é o de temática oriental, mas é mais provável que ele não seja natural de nenhuma dessas regiões.

Dingodile

Em Crash 4 ele é uma das estrelas! O Dingodile é um dos antagonistas favoritos dos fãs de Crash, aparecendo pela primeira vez em “Warped”. De todas as cobaias do Cortex, inclusive, ele é o segundo que mais participou da série, atrás apenas do Tiny Tiger.

O Dingodile é mais um dos experimentos com animais do Cortex que, dessa vez, não apenas deu inteligência e humanidade a um bichinho, como criou um híbrido: ele é uma mistura de dingo, um cão selvagem australiano, com crocodilo – e uma pitadinha de piromaníaco.

Ele é mostrado como um caipira australiano, o que faz sentido. O que é peculiar, porém, é que sua coisa favorita no mundo são as obras de Shakespeare, não incendiar coisas. Mas o Dingodile odeia o inverno e tem 2m de altura, voltando para o que podemos esperar dele.

 

Enfim, todos esses vilões estarão de volta em Crash Bandicoot 4: It’s About Time. Enquanto o N. Tropy e o N. Gin continuam na pura maldade, o Neo Cortex e o Dingodile são personagens jogáveis no game e… bom, tem que jogar para descobrir o que o futuro distorcido dessa aventura reserva para eles, né?

Ei, agora que você terminou o artigo, dá uma conferida também nessa lista com todas as novidades de Crash Bandicoot 4: It’s About Time:

Está preparado para essa jornada insana ao lado de Crash, Coco, Cortex, Dingo e Tawna? Crash Bandicoot 4: It’s About Time já está disponível na PlayStation Store!

Imagem de perfil
sobre o autor Márcio Jangarélli

Assessor, redator e jornalista. Madonna de Jakku.