Capa da Publicação

Como os Pokémon se reproduzem?

·
Por Matheus Takahashi

Os fãs de Pokémon sempre têm dúvidas sobre a biologia dos Pokémons, e algumas dessas dúvidas são um tanto curiosas. Um exemplo disso é a questão sobre se os monstrinhos se reproduzem, e como isso acontece. Aqui, explicaremos tudo o que se sabe sobre o assunto. (Via Comic Book Resources)

Saiba mais sobre Pokémon:

Pokémon GO traz várias novas atualizações em raids, presentes e mais

Ash finalmente captura Pokémon aguardado no anime

Artista coloca os personagens de Harry Potter ao lado de vários Pokémon, confira

Assim como animais da vida real, os pokémon precisam se reproduzir para continuar a espécie. E, assim como os animais de verdade, também, nem todos se reproduzem da mesma maneira. Apesar de não mostrar como isso acontece na série (que é direcionada para o público infantil), muitos detalhes da história contam como é a reprodução sexual das criaturas.

Nos jogos da franquia, a Pokedéx mostra que alguns pokémon não precisam de ter relações sexuais para se reproduzir, como os do tipo Fantasma, que, segundo a história, podem ser oriundos de almas humanas. Porém, essas espécies também podem se reproduzir após se transformarem em Pokémon. Outras espécies, como o Kadabra, podem surgir a partir de humanos transformados em Pokémon. 

Em Pokémon: Gold and Silver, você pode deixar dois pokémon de sexos opostos com um treinador criador, e, quando voltar para buscá-los, um ovo aparecia. Apesar de não deixar claro pro jogador – que controla um protagonista de 10 anos de idade -, isso indica que ou pokémon praticam sexo, ou podem reproduzir assexuadamente.

O mesmo pode acontecer se colocar qualquer pokémon com um Ditto, um pokémon que não tem gênero, e é conhecido por ser transmorfo. Um Ditto pode se transformar em qualquer pokémon que seja necessário para realizar uma atividade reprodutiva.

Se comparado com a biologia sobre reprodução ovípara, as informações são compatíveis, já que um dos parceiros gera o ovo, e o outro o choca até o nascimento do filhote. Mas isso não se aplica a todos os pokémon. Espécies como o Voltorb, ou qualquer outro monstro que não aparente ter órgãos reprodutores, precisaria de outra espécie para se reproduzir, já que outro da mesma espécie não seria capaz disso.

Em suma, é fato dizer que os pokémon precisam de relações sexuais para se reproduzir, e que sua biologia é bastante complicada de se explicar ou entender, principalmente por conta do público-alvo da franquia, que dificulta bastante o fornecimento de informações sobre o tema.

E você, o que acha sobre o tema? Diga para nós e veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Matheus Takahashi

Geógrafo. Amante da cultura geek/nerd, mas ama mesmo super-heróis, jogos de luta e futebol. Conversa fácil sobre (quase) qualquer coisa

IG: t1takahashi TT: takamatheus