Capa da Publicação

X-Men: Fênix Negra – Diretor confirma morte de personagem importante do filme!

Por Gus Fiaux

Atenção: Alerta de Spoilers!

Ontem à noite, os fãs ficaram chocados ao testemunharem o primeiro trailer de X-Men: Fênix Negra, o mais novo filme dos heróis mutantes. Com uma pegada bem mais sombria e densa, o vídeo já começa de uma forma bem surpreendente ao mostrar a Fênix assassinando a Mística. 

A cena foi tão impactante que o diretor do filme, Simon Kinberg, em entrevista ao Entertainment Weekly, foi convidado a falar sobre esse momento brutal. Primeiramente, ele foi questionado a respeito do motivo pelo qual essa morte já foi apresentada no trailer do filme:

“Bem, o processo por trás disso foi mostrar que esse é um filme diferente de todos os outros longas dos X-Men. É um filme onde coisas chocantes, intensas e dramáticas acontecem. As pessoas não caem simplesmente de prédios, se limpam e saem andando. Há muita realidade e consequências nesse filme. Além disso, foi para mostrar que a Jean/Fênix Negra é uma ameaça para todos, incluindo os X-Men.”

site também o questionou sobre como isso o afetou pessoalmente. É sabido que Kinberg é grande amigo de Jennifer Lawrence, a atriz que interpreta a heroína – e em resposta, ele deixou claro que isso o abalou, mas que era necessário para a trama do filme:

“Eu tenho várias emoções a respeito disso. Eu obviamente fiquei triste, como amigo de Jen, mas também como fã de seu trabalho. Mas eu sinto que era a coisa mais forte e dramática para o filme, e às vezes você precisa tomar esse tipo de decisão a serviço de uma história maior.”

De acordo com Kinberg, a história maior à qual ele se refere é a perda de controle de Jean, e como ela se transforma em uma ameaça a todos ao seu redor. Falando em mortes, ele foi questionado se outros personagens importantes morreriam no filme – e sua resposta foi afirmativa: “Certamente há mais baixas de personagens aqui.”

O entrevistador então questionou se era uma coincidência o fato da Fênix ter matado o Professor Xavier em X-Men: O Confronto Final e agora, a Mística neste filme – já que as duas cenas acontecem próximas da casa onde Jean viveu em sua infância. De acordo com Kinberg, que roteirizou o filme anterior, essa foi uma estratégia já pensada:

“Eu tinha consciência disso. Há cenas dela indo para casa nas HQs. É uma grande parte disso, e uma grande parte do que você disse: voltar para casa traz uma emoção crua de uma personagem. Quando eu estava escrevendo, eu não tinha pensado nisso, para ser honesto. Quando eu comecei a editar o roteiro para ficar um pouco mais objetivo, eu pensei: ‘isso definitivamente é algo de ‘X3”. Mas certamente não é uma homenagem – é uma sequência bem diferente.”

Por fim, o diretor ainda comentou sobre como a morte da Mística terá um efeito na equipe. De acordo com ele, esse será o evento que vai separar os X-Men entre os que querem salvar Jean e os que querem matá-la para que ela não ponha mais ninguém em perigo:

“É isso mesmo. A morte da Mística é o que fratura a família dos X-Men, incluindo o Magneto, e coloca amigos em lados opostos, enquanto inimigos se tornam aliados. Para mim, há uma metáfora aqui, que é quando alguém em sua vida ou família começa a perder o controle, seja por conta de problemas com drogas ou saúde mental, a pergunta que fica é: em que ponto você desiste delas? E quanto tempo você nutre esperanças?”

Pelo visto, Fênix Negra realmente tem tudo para ser o filme mais trágico e dramático da história do Universo dos X-Men. Certamente, é um filme envolto em diversas polêmicas – principalmente por conta dos diversos atrasos de produção. Ainda assim, será bom ter um último vislumbre dessa franquia nos cinemas.

Na galeria abaixo, fique com o novo pôster do filme:

X-Men: Fênix Negra chega aos cinemas no dia 6 de junho.

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux