Capa da Publicação

Vingadores: Ultimato – Máquina de Combate quase teve um visual bizarro no filme!

·
Por Guilherme Souza

Em Capitão América: Guerra Civil, vimos James Rhodes, o Máquina de Combate, se machucando gravemente durante a batalha do aeroporto, fazendo com que Tony Stark desenvolvesse próteses mecânicas para ajudar seu amigo voltar a andar.

já em Vingadores: Guerra Infinita, Rhodes tornou a aparecer com sua armadura de sempre, fato que repetiu durante os eventos de Vingadores: Ultimato, mas através de um livro de artes conceituais do filme, podemos ver que tudo poderia ser bem diferente.

Nas artes, podemos ver Rhodes usando um traje de viagem no tempo bem similar ao dos demais heróis, contudo, o traje de Rhodes vinha acompanhado de uma grande caixa que servia para guardar a armadura dele.

“Eu fiz algumas explorações conceituais onde adicionei a roupa de viagem no tempo – ou ao menos algumas de suas funções, como padrões e cores – por cima do traje do Máquina de Combate,” diz o artista conceitual Aleksi Briclot no livro Avengers: Endgame – The Art of the Movie. “Aqui, eu foquei no personagem humano, Rhodey, e eu sempre pensei que ele poderia carregar a armadura em uma caixa flutuante. Geralmente, o Máquina de Combate é mais bruto que o Homem de Ferro, então parece que essa nano-tecnologia menos avançada poderia fazer parte disso e ele precisaria de uma caixa grande para carregá-la durante a viagem no tempo. É uma versão simbólica do Rhodes carregando seu armamento.” 

Por sorte, a ideia acabou sendo descartada e Rhodes utilizou apenas sua armadura tradicional, já que pela arte, tudo parece bem bizarro.

Confira a arte em nossa galeria, seguida por algumas artes do Hulk:

Fonte: CB

Imagem de perfil
sobre o autor Guilherme Souza

Outra grande manchete: 'Água, molhada!'