Capa da Publicação

Star Wars – HQ resolve um grande furo de roteiro na história de Luke Skywalker!

Por Guilherme Souza

Star Wars: Os Últimos Jedi foi um filme divisivo por diversos motivos, principalmente por conta dos rumos que a história de Luke Skywalker tomou. Na trama, vimos Luke se distanciando da Força, após tentar assassinar seu sobrinho, Ben Solo, quando ele ainda estava sendo treinado.

Muitos fãs acreditam que os motivos para as atitudes do Mestre Jedi ter seguido esse caminho foram rasos demais e que isso se tornou um furo no roteiro. Agora, com o lançamento da primeira edição de Star Wars: Age of Rebellion — Luke Skywalker, as queixas dos fãs parecem ter sido ouvidas e esse suposto furo narrativo foi corrigido.

Na revista, vemos mais da manipulação mental feita em Luke, pouco antes dos eventos de Star Wars: O Retorno de Jedi. Na trama, Luke está tentando ajudar os Rebeldes a escapar de uma refinaria de combustível, porém durante a fuga, o Imperador Palpatine começa a controlar a mente de Luke e tenta corrompe-lo, algo que faz ligação direta com os eventos de Os Últimos Jedi.

Depois de ter a visão implantada por Palpatine, que mostrava os Rebeldes sendo mortos em uma perseguição, ele vai para um planeta misterioso, onde afunda sua X-Wing no oceano, sendo uma espécie de antítese para a cena que Yoda tira a nave de Luke do fundo do lago em Dagobah. Com isso, vemos que a manipulação feita por Palpatine resultou no Luke desiludido que tentou assassinar seu sobrinho quando sentiu uma força sombria emanando dele.

Os efeitos da guerra e as responsabilidades de ser um Jedi afetaram Luke mais do que pensávamos, porém se isso tivesse sido endereçado no filme, talvez, os fãs teriam aceitado melhor as atitudes dele.

Fique com imagens da revista em nossa galeria:

Fonte: CBR

Imagem de perfil
sobre o autor Guilherme Souza

Outra grande manchete: 'Água, molhada!'