Capa da Publicação

Presidente da Marvel Studios diz que próximos filmes serão mais diversos e inclusivos!

Por Guilherme Souza

No ano passado, a Marvel Studios lançou o primeiro filme do Pantera Negra, algo que foi extremamente importante não só para filmes de super-heróis como também para a indústria como um todo, já que esse foi o primeiro filme do gênero protagonizado por um super-herói negro. Este ano, o estúdio deu mais um passo em direção à inclusão e representatividade de minorias, lançando o primeiro filme da Capitã Marvel.

Pelo que sabemos, o estúdio planeja lançar cada vez mais filmes dessa vertente e, segundo Kevin Feige, presidente da Marvel Studios, isso é uma coisa que começou desde que Stan Lee criou os personagens e que os filmes representam a visão de como o mundo deve ser.

“Nós somos apenas os administradores, os administradores atuais, desses personagens, que o [Lee] e seus cocriadores fizeram — e todos eles foram criados com esse espírito de Soapboxes,” explica Feige, se referindo à coluna Soapbox de Lee que costumava discutir a questão social e racial da época. “Essa era, basicamente, a visão de mundo do Stan e é isso que esses filmes representam.”

 

“Porque esse — como eu coloco isso — é o jeito certo de ser,” continua Feige. “É a maneira que o mundo deve ser. E uma das grandes coisas sobre os filmes é que você mostra o mundo que quer refletir e a maneira que você quer que o mundo seja. E isso é o que Lee fez com esses personagens.”

Atualmente, o estúdio trabalha em um filme solo da Viúva Negra, bem como em um filme do Shang-Chi, um super-herói asiático. Além disso, os filmes da Marvel também se preparam para lançar um filme estrelado por um super-herói LGBT, o que talvez seja o maior passo do estúdio em relação à representatividade.

Fique com imagens de Vingadores: Ultimato, próximo filme em que veremos a Capitã Marvel e a Viúva Negra, em nossa galeria:

Vingadores: Ultimato estreou nos cinemas dia 25 de abril de 2019.

Fonte: CBM

Imagem de perfil
sobre o autor Guilherme Souza

Outra grande manchete: 'Água, molhada!'