Capa da Publicação

Os Jovens Titãs – Escritora fala sobre a nova revista da Ravena!

Por Guilherme Souza

Nos últimos anos, a DC aproveitou para pegar importantes personagens de seu cânone e lhes deu uma bela repaginada para que se comunicassem diretamente com os jovens adultos. Um dos maiores êxitos dessa nova vertente foi a revista da Ravena, escrita por Kami Garcia e desenhada pelo brasileiro Gabriel Picolo.

A revista ficou no topo da lista dos mais vendidos do The New York Times e do USA Today, sendo também um sucesso de crítica. Em uma recente entrevista, Garcia falou um pouco sobre a história e o processo de criação por trás dela.

“Uma das coisas que eu me lembro perfeitamente, que eu e o Jonathan Maberry conversamos, sobre as coisas que não queríamos de ver como fãs… porque naquela época, não sabíamos que elas se tornariam canônicas, então tínhamos mais liberdade para trabalhar,” disse Garcia. “Nós dois estávamos tipo, não queremos pegar esses personagens que amamos e recriá-los ao ponto de ficarem irreconhecíveis. Como uma fã, não tem nada divertido nisso.”

A escritora também fala que o processo de encontrar um artista para a série também não foi fácil, e que os desafios continuaram mesmo após encontrarem Gabriel.

“Quando estávamos procurando por artistas, eles me mostraram todos esses artistas incríveis. E eu fiquei tipo, todas essas pessoas são incríveis, mas não estão prontos para isso,” disse Garcia. “Isso é, do tipo, você vai saber quando ver. Tinha que ser algo relacionável com esses personagens. Eu havia visto o trabalho do Gabriel, quando eu segui ele no Instagram e disse, eu quero isso, gosto disso. Eles estavam tipo, ‘Bem, ninguém mais faz isso.’ Eu estava tipo, certo bem, o que fazemos?  Eu não esperava que eles dissessem, ‘Bem, vamos falar com esse garoto.’ Eu digo garoto, é tão desagradável. O Gabriel tem tipo… eu tenho 47, então eu sou muito protetora com ele porque ele poderia ser meu filho, na maior parte porque eu sou tão velha.”

 

“Nós somos uma equipe e ele traz algo tão grande para a mesa que eu não consigo fazer. Ele ama o roteiro porque ele ama os personagens relacionados ali. Nós fizemos muitas sessões de criatividade e haviam momentos em que ele tinha uma jaqueta que ele desenhava para a Ravena, que ele criou e que ficou muito usada pelos cosplayers. Quanto mais eu chamava ele só para fazer as coisas, maior se tornava a resposta positiva, ele ficou muito confortável.”

A roteirista também fala que desafiou a si mesma para colocar elementos clássicos da Ravena nos quadrinhos, tais como a “alma única”, além de se espelhar em si mesma para alguns elementos da trama, tais como a adoção.

Confira algumas imagens da revista em nossa galeria:

Fonte: CB

Imagem de perfil
sobre o autor Guilherme Souza

Outra grande manchete: 'Água, molhada!'