Capa da Publicação

Nicolas Cage diz que já saiu em uma busca por um artefato lendário!

Por Raphael Martins

Nicolas Cage é conhecido por se adaptar a qualquer tipo de papel, seja o ele de um psicopata, um ex-presidiário preso em um avião com loucos facínoras e até mesmo o Superman. Mas os aspectos de sua vida além das câmeras também chamam a atenção.

Fã declarado de quadrinhos, o ator tem uma coleção invejável de raridades em sua casa e até mesmo deu o nome de Kal-El a um de seus filhos. Mas em se tratando de Nicolas Cage, sempre tem alguma surpresa.

Em uma entrevista recente ao jornal The New York Times, o ator revelou que já empreendeu seus esforços em uma busca por um grande artefato mitológico: nada menos que o Santo Graal, o cálice que teria coletado o sangue de Jesus Cristo durante a crucificação. Sim, o mesmo que o Rei Arthur e Indiana Jones já tentaram encontrar no cinema.

Na entrevista, ele disse:

“Houve uma vez em que eu quase saí em uma, você poderia dizer, ‘busca’. Eu comecei a seguir a mitologia, e estava encontrando propriedades que se alinhavam com aquilo. Era quase como o filme A Lenda do Tesouro Perdido. É claro, isso não se sustentou.”

O ator vai além, explicando seu método de investigação:

“Você lê um livro, e lá há uma referência a um outro livro, e aí você compra esse livro e liga as referências. Para mim, tudo era sobre onde estava o Graal. Estava aqui? Estava ali? Está em Glastonbury? Ele existe?”

Durante a entrevista, o ator deu mais detalhes de sua aventura, que incluiu beber as águas vermelhas do “poço do cálice” em Glastonbury, no Reino Unido, e explorar uma localidade específica de Rhode Island. No final, ele encontrou sua resposta, dizendo: “O que é o Graal senão a própria Terra?”

Veja algumas imagens dos filmes de Indiana Jones, que já achou o Graal, na nossa galeria:

Fonte: EW

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael