Capa da Publicação

Netflix pode remover de seu catálogo as séries que produziu em parceria com a Marvel!

Por Guilherme Souza

O acordo entre a Marvel e a Netflix terminou de forma estranha, mas as coisas entre as duas produtoras podem ficar ainda mais complicadas. De acordo com uma nova informação publicada pelo New York Times, essa semana, a gigante do streaming removeu de seu catálogo cerca de 60 episódios da série Chelsea, estrelada pela comediante Chelsea Handler. A produção é uma série original da Netflix, o que indica que esse pode ser o primeiro passo da plataforma em remover seus próprios conteúdos do catálogo, incluindo as séries estreladas pelos Defensores da Marvel.

A rotação de conteúdos no catálogo da Netflix não é nenhuma novidade, afinal, a plataforma faz contratos periódicos com os detentores dos direitos autorais de cada produção, que podem ser renovados ou não, como é o caso da franquia Harry Potter aqui no Brasil. Contudo, o fato da Netflix remover do catálogo conteúdos originais é uma novidade que pode acabar colocando em risco a existência de outras séries que foram canceladas.

Desde que a Disney anunciou sua própria plataforma de streaming, a Netflix não poupou esforços em encerrar as séries que produzia em parceria a Marvel Television, inclusive, anunciando o cancelamento de Jessica Jones antes mesmo do lançamento da terceira temporada, o que significa que eles podem estar correndo para eliminar de vez os vestígios dessa parceria.

Por hora, não sabemos qual será o destino dos personagens que estrelavam essas séries, contudo, presidente do Marvel Studios, afirmou em uma recente entrevista que os acordos feitos com a Netflix impedem que eles sejam usados por um tempo, o significa que a plataforma pode fazer o que bem quiser com as séries, inclusive remove-las de seu catálogo.

Fique com imagens da terceira temporada de Jessica Jones em nossa galeria:

Fonte: CB

Imagem de perfil
sobre o autor Guilherme Souza

Outra grande manchete: 'Água, molhada!'