Capa da Publicação

Marvel faz grande mudança no Doutor Estranho nas HQs!

Por Gus Fiaux

Doutor Estranho sempre viveu um dilema. Considerado um grande cirurgião, ele acabou perdendo tudo em um acidente de carro, quando suas mãos foram dilaceradas e ele perdeu a precisão para as cirurgias. Entretanto, tudo parece ter mudado na nova edição da revista do herói, que pode lentamente ir perdendo os poderes pelos quais é tão notório.

Em Doctor Strange #19, lançada na última quarta-feira (11), Stephen Strange acaba testemunhando um acidente de carro. À bordo do veículo, está uma mãe e seu filho, que por sua vez sofre um grave dano cerebral. Strange sabe o que fazer, mas não pode tentar fazer uma cirurgia por conta de suas mãos.

De frente com um dilema médico, ele então viaja astralmente até o plano de Channok, uma divindade conhecida como “o guardião dos feitiços proibidos”. Ele então acaba pedindo por um feitiço que possa curar qualquer mal, e usa em si mesmo para restaurar suas mãos.

Channok, no entanto, o alerta de que o feitiço pode causar problemas – destruindo todos os seus laços com a magia. Assim que o feitiço é utilizado, Strange retorna e suas mãos começam a ser magicamente reconstruídas, e ele logo percebe que ainda possui domínio de magia.

Ali mesmo, ele performa a cirurgia e consegue salvar a vida do garoto. No entanto, o futuro pode ser sombrio para o herói, especialmente se sua magia começar a falhar. Sabemos, no entanto, que em dezembro, a Marvel vai publicar uma revista intitulada Doctor Strange: The Surgeon Supreme.

A revista deve apresentar novas aventuras para o herói, onde ele utilizará seus dons místicos e cirúrgicos para curar a humanidade de grandes aflições de cunho mágico. Ainda não sabemos ao certo como isso se dará, mas certamente deve trazer uma nova onda de ação para o herói.

Veja imagens da revista na galeria abaixo:

Doctor Strange #19 está à venda nas bancas norte-americanas, sem previsão de publicação no Brasil.

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux