Capa da Publicação

James Gunn fala que a Marvel e a DC não conseguem fazer filmes de baixo orçamento!

Por Gus Fiaux

Filmes de super-heróis são caros. As grandes produções que dominam Hollywood atualmente possuem, em média, um lucro significativo – mas gastam rios de dinheiro com efeitos visuais, escalação de elenco, filmagens em locação e coisas do tipo. Fugindo dessa constante, temos Brightburn: Filho das Trevas, um filme de terror que ilustra o que aconteceria se o Superman fosse um serial killer, produzido por James Gunn. 

Recentemente, Gunn deu uma entrevista ao Screen Rant, onde falou um pouco mais a respeito de como é produzir um grande longa de super-heróis. De acordo com ele, a Marvel Studios e a Warner/DC jamais conseguirão fazer uma produção de super-heróis de baixo orçamento.

“Eu não acho que os grandes estúdios estão dispostos a fazer um filme que custe meros milhões. Eu acho que seria um grande risco para a Marvel e a DC, por exemplo, fazer um filme para maiores do ‘Justiceiro’ com o orçamento de US$ 50 milhões.”

De acordo com ele, a pressão dos estúdios sempre faz com que filmes custem, no mínimo, US$ 70 milhões, especialmente nas grandes franquias e universos compartilhados. Ele relembra que, com Brightburn, ele não teve esse dinheiro à disposição:

“Eu acho que seria ótimo. Mas acho que, para fazer algo do tipo, uma vez que o controle do estúdio começa, adicionam mais US$ 20 milhões – e nós não tínhamos esses recursos. Esse foi um filme com baixíssimo orçamento, e com sorte, tivemos ótimas pessoas trabalhando nele. Uma empresa chamada Trixter fez os efeitos visuais, e eles foram incríveis – e eles fizeram vários efeitos para ‘Guardiões da Galáxia Vol. 2’. Mas acho que eles [os grandes estúdios] não estão dispostos.”

De certa forma, Gunn está certo. Se pensarmos no Universo Cinematográfico da Marvel, até seus filmes mais baratos (os dois longas do Homem-Formiga) não custaram menos que US$ 100 milhões. Ainda assim, outros estúdios já provaram que é possível fazer um longa de valor reduzido – como é o caso de Deadpool (US$ 58 milhões) e o vindouro filme do Coringa (US$ 55 milhões).

Confira imagens de Brightburn: Filho das Trevas na galeria a seguir:

Brightburn: Filho das Trevas está em cartaz nos cinemas.

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux