Capa da Publicação

Homem-Aranha: Longe de Casa – Diretor e roteiristas falam sobre a construção do personagem Mysterio!

Por Evandro Lira

Atenção: Alerta de Spoilers!

O diretor Jon Watts e os roteiristas Chris McKenna e Erik Sommers, de Homem-Aranha: Longe de Casa, falaram em nova entrevista sobre o processo de trazer um personagem não tão conhecido do grande público, o Mysterio, para as telonas no novo filme da Marvel Studios.

“Definitivamente havia um par de outros personagens icônicos na mira, os dois ao mesmo tempo, mas tudo voltava para Mysterio”, explicou McKenna.

 

“E Mysterio era o mais difícil. Afinal, como você adapta um dublê que virou mágico com molas nos pés…?”, observou Sommers.

Os roteiristas, que além de Longe de Casa também trabalharam em Homem-Aranha: De Volta ao Lar e Homem-Formiga e a Vespa, explicam que durante o processo de escrita, cada vez mais, eles foram ficando fascinados com as possibilidades que Mysterio oferecia.

“Foi assustador, mas nós finalmente colocamos a mão na massa e saímos em muitas estradas diferentes com ele, então, em última análise, continuamos voltando e nos fazendo gostar do Mysterio das HQs. Ele é um vigarista que tenta, até no final, fazer de Peter o vilão da história”, disse McKenna. “Então nos inclinamos para isso, e tentamos alinhá-lo o melhor que pudemos e usar o passado do UCM para que a ilusão não exigisse que ele construísse um parque de diversões gigante em um terreno abandonado. Uma vez que tivemos a ideia de que estávamos lidando com um golpista, então tivemos que pensar: ‘Bem, o que ele está tentando tirar de Peter? E foi aí que desenvolvemos a ideia do sistema EDITH que vivia nesses óculos. Ele estava seduzindo Peter e nós sabíamos que o filme iria ter o twist nessa cena do bar. Uma ideia que sempre gostamos, Peter entregando os óculos a ele, Peter indo embora e tudo se revelando…”

Além disso, a escolha dessa cena nesse momento específico era também parte de necessidade dos roteiristas de estabelecer bem cada ato do filme.

“Eu diria que foi tudo pensado estruturalmente também”, aponta Sommers. “Uma vez que o véu cai, e você percebe que as coisas não são como parecem, nós tivemos que, o mais rápido possível, pegar o público. ‘Ok, bem, então quem é esse cara realmente, e o que ele realmente quer?’ E tudo com a cena do bar parecia uma maneira econômica e divertida de fazer isso.”

O diretor Jon Watts usou seu tempo para elogiar o trabalho do ator Jake Gyllenhaal, veterano que há anos vem sendo abordado pelo estúdio para integrar um filme da Marvel, e que agora encontrou o papel perfeito para isso.

“Jake é incrível”, disse Watts ao ComicBook.com. “E, uma vez que soubéssemos o que queríamos que esse personagem Mysterio fosse, era uma questão de tempo até o papel er deJake. Não são muitos os atores que conseguem interpretar esses diferentes tons de um personagem e o fazem de uma maneira incrivelmente atraente. Sim. E assim que tudo fez sentido para Jake, ele sabia exatamente o que fazer e era uma alegria absoluta vê-lo fazer isso.”

No filme, quando Quentin Beck ainda parecia um herói, ele explica que ele veio da Terra-833 e que a dimensão que conhecíamos do UCM era a Terra-616. Posteriormente, descobrimos que não era uma boa ideia confiar em uma só palavra daquele homem. O diretor então ressalta:

“Não há Terra-616. Terra-616 é a versão dos quadrinhos. Ele só está inventando isso.”

Para o cineasta, é muito crível que o mundo tenha caído na conversa de Mysterio, já que o universo havia passado por tanta coisa absurda em um período tão curto de tempo:

“Tantas coisas loucas acontecem em Ultimato, como metade da população desaparecendo e Thanos invadindo a Terra, viagens no tempo e coisa tal”, disse Watts. “Então, o fato de que as pessoas simplesmente acreditariam nas ilusões de Mysterio fazem sentido para mim. É como se o mundo estivesse tão louco que, por que você não acreditaria?”

O que você achou do papel de Mysterio no novo filme do Aranha? Compartilhe seus pensamentos na seção de comentários!

Confira vários cartazes de Homem-Aranha: Longe de Casa aqui embaixo:

Homem-Aranha: Longe de Casa já está em cartaz nos cinemas.

Fonte: CB

Imagem de perfil
sobre o autor Evandro Lira

Editor, bacharel em Cinema e Audiovisual, bruxo nascido trouxa, filho dos filhos do átomo, mestre dos quatro elementos, fã de mais coisas do que deveria, frequentemente falando sozinho no Twitter. Segue: @evandroslira