Capa da Publicação

Homem-Aranha: Longe de Casa – Destino de Tony Stark não estava nos planos do diretor!

Por Evandro Lira

Homem-Aranha: Longe de Casa chega como um epílogo da Fase 3 do UCM, trazendo à tona algumas das consequências de Vingadores: Ultimato. Uma delas é a morte de Tony Stark, que no primeiro filme do Aranha serviu como um mentor para Peter Parker. Já no novo capítulo, o jovem precisará lidar com a ausência do Homem de Ferro, e isso era algo que não estava nos planos do diretor Jon Watts quando ele pensou na história do filme.

Em entrevista ao ComicBook, Watts contou que ele não sabia que herdaria a história da morte de Tony Stark. Segundo o cineasta, ele chegou a pensar nos arcos de Peter para vários filmes sem ter essa informação.

“Saindo de De Volta ao Lar, eu não fazia ideia”, disse Watts. “Quando eu descobri isso, você sabe, você percebe: ‘Ah, isso não é algo que você não possa abordar e seguir em frente. É sobre isso que o filme será.’ Não há como evitar isso.”

Em outra entrevista, Tom Holland também recordou o momento em que ele soube da morte de Tony Stark:

“Nós fomos filmar uma sequência de casamento para Vingadores: Ultimato. E nós aparecemos, e não era um casamento, era um funeral. De Tony Stark. Que chatice.”

De que maneira você acha que a morte do Homem de Ferro influenciará os eventos futuros do UCM? Deixe seu comentário!

Confira cartazes de Homem-Aranha: Longe de Casa  na galeria abaixo:

Homem-Aranha: Longe de Casa chega aos cinemas no dia 4 de julho.

Imagem de perfil
sobre o autor Evandro Lira

Editor, bacharel em Cinema e Audiovisual, bruxo nascido trouxa, filho dos filhos do átomo, mestre dos quatro elementos, fã de mais coisas do que deveria, frequentemente falando sozinho no Twitter. Segue: @evandroslira