Capa da Publicação

Godzilla 2: Rei dos Monstros – Liberadas primeiras críticas e nota no Rotten Tomatoes!

Por Evandro Lira

Está para chegar aos cinemas Godzilla 2: Rei dos Monstros, e hoje, foram liberadas as primeiras impressões do filme. E as notícias não são das melhores para os fãs que esperavam ansiosamente para ver o retorno do monstro gigante mais famoso do mundo.

No site Rotten Tomatoes, o maior agregador de críticas da internet, o filme estreia com 31 textos de especialistas e um total de 55% de aprovação, mostrando que a opinião dos críticos quanto ao filme está bem dividida.

Confira alguns dos comentários sobre Godzilla 2: Rei dos Monstros:

“Em poucos minutos de filme, as expectativas começam a se dissipar, rapidamente substituídas por um desapontamento esmagador”  afirma o The Guardian.

Para o Slashfilm, o filme tem visual que impressiona, mas é entediante:

“A extinção em massa nunca pareceu tão linda. Durante um período de 132 minutos de entorpecimento mental, Godzilla 2: O Rei dos Monstros de Michael Dougherty desperdiça a humanidade com impressionantes quadros coloridos em azuis fantasmagóricos e ouro desbotado, resultando em paisagens visuais dignas. É uma pena que o mundo construído em torno de todo aquele caos monstruoso de cair o queixo é tão chato. As cidades são niveladas, os monstros de Lovecraft reinam supremos, e a única coisa que eu senti foi tédio. Não era para ser tão chato.”

“Desde o começo, Godzilla 2: O Rei dos Monstros deixa claro que não será outro exercício de esconde-esconde como seu antecessor, o Godzilla de 2014. Considerando esse filme, que apresentou o rei dos monstros para o público moderno, direcionado a uma abordagem mais contemplativa e mesquinha ao retratar a besta icônica, esse novo filme nos dá uma cena enorme – com um monstro enorme! – nos primeiros minutos. A mensagem é clara: este filme de Godzilla vai ser ‘frente a frente’ com os monstros. Qualquer contemplatividade será condenada” escreve o portal IGN.

O crítico do Bloody Disgusting afirma que o filme deve agradar quem está procurando por cenas de luta entre os titãs:

“Se você está procurando por lutas de monstros, você encontrará em Godzilla 2: O Rei dos Monstros. O novo filme do diretor Michael Dougherty é após os eventos do Godzilla de 2014, em um mundo onde onde os gigantescos “titãs” surgiram como a acne. É só uma questão de tempo até que o poderoso protetor da Terra, Godzilla, apareça para enfrentar todos eles, e Dougherty não faz você esperar por isso.” 

“Há muitos monstros de cinema atemporais, mas Godzilla, nas dezenas de filmes japoneses que o apresentavam, sempre levantou uma questão metafísica: seria essa coisa de 50 metros de altura, olhos brilhantes, com placas ósseas esculpidas escorrendo pelas costas e pele como um tapete irregular, uma criatura incrível de se contemplar por causa da graça dos efeitos especiais que o criaram? Ou por causa da breguice?” questiona a Variety.

O crítico do New York Post não ficou satisfeito com o longa, e comenta que não há tantas lutas quanto poderia se esperar:

“Veja, há uma exposição infinita aqui, quando tudo o que queremos são lutas de monstros. Enquanto nós temos algumas lutas de monstros muito legais, simplesmente não há lutas de monstros suficientes. Da próxima vez, por favor, mais lutas de monstros. A grande escaramuça escamosa ocorre em Boston, mas, ao contrário do “Godzilla” de Broderick, o diretor Michael Dougherty não tem um talento para colecionar esses monumentos […] O filme todo é um entulho indistinguível.”

O IndieWire, por sua vez, fala que Godzilla 2: Rei dos Monstros pode te deixar animado para o próximo filme do MonsterVerse:

“Pelo menos Godzilla parece lembrar quem ele é – algo para se preparar para o próximo filme do MonsterVerse, Godzilla vs. Kong – e quando o maior monstro de todos aparece, ele desliza de volta ao seu papel de monstro da Terra. O interesse de Godzilla em salvar a humanidade nunca fez muito sentido, mas é uma criação de CGI sem falas que dá ao filme a continuidade e o caráter que falta em outro lugar. Quando Godzilla acende sua cauda alimentada por armas nucleares e solta seu grito interminável, você percebe que o MonsterVerse tem algo a oferecer.”

“Godzilla 2: Rei dos Monstros é uma criação surpreendente, que eu acho que os fãs de Godzilla irão desfrutar” é o veredito da Empire.

A EW não poupa palavras ao falar o quanto não gostou do filme:

“Fiquei tentado a começar essa crítica com uma longa e cuidadosa conclusão sobre como cada geração recebe o filme Godzilla que merece. Mas por que se preocupar com o que precisa ser dito logo de cara – Godzilla 2: Rei dos Monstros não é um bom filme. Na verdade, é bem terrível.”

Você pretende conferir Godzilla 2: Rei dos Monstros no cinema? Deixe seus comentários!

Confira cartazes incríveis do filme em nossa galeria:

Godzilla 2: Rei dos Monstros estreia em 30 de maio.

Fonte: CB

 

Imagem de perfil
sobre o autor Evandro Lira

Bacharel em Cinema e Audiovisual, potterhead das antiga, filho dos filhos do átomo, fã de mais coisas do que deveria, frequentemente falando sozinho no Twitter. Segue: @evandroslira