Capa da Publicação

Fox planejava filme envolvendo X-Men, Quarteto Fantástico, Demolidor e Deadpool!

Por Gus Fiaux

O legado da Fox está chegando ao fim, no que diz respeito aos filmes de super-heróis. Após a compra do estúdio pela Disney, suas propriedades passarão para a Marvel Studios, que logo deve começar a investir em um reboot dos X-Men e do Quarteto Fantástico. 

O roteirista por trás de vários filmes de super-heróis atuais, como Thor e X-Men: Primeira Classe, conversou recentemente com Kevin Smith em seu programa no YouTube, onde falou mais sobre os projetos que tinha em segredo com a Fox. De acordo com Zack Stentz, por pouco não tivemos um grande crossover envolvendo todos os personagens que pertenciam ao estúdio:

“Meu ex-parceiro e eu, quando estávamos trabalhando na Fox e desenvolvendo ‘X-Men: Primeira Classe’, nós fizemos o roteiro de um filme secreto para eles. Eu não posso dizer exatamente qual era a trama, mas usava todos os personagens da Marvel que a Fox tinha em 2011. Tinha os X-Men, o Quarteto Fantástico, o Demolidor e o Deadpool. O Demolidor ainda pertencia à Fox na época. O filme quase foi dirigido por Paul Greengrass, o que teria sido muito legal, mas ele acabou ficando com outro projeto. Acabou nunca sendo lançado, mas é um roteiro do qual eu me orgulho bastante e acho que teria sido muito bom.”

Stentz ainda brincou, dizendo que o projeto foi iniciado em 2011, mas desde então “morreu” nas mãos do estúdio. Com isso cancelado, ele não precisa se preocupar por ter revelado ao público e provavelmente não será processado por ter compartilhado informações confidenciais do estúdio:

“Isso aconteceu na Fox em 2011, e não existe mais, então talvez não me processem por revelar.”

Por fim, Stentz ainda falou um pouco sobre outro de seus projetos que acabou não indo para frente na Fox. Ele e seu colaborador, Ash Edward Miller, haviam feito o roteiro para um reboot do Quarteto Fantástico. Entretanto, quando Josh Trank se juntou ao projeto, ele demandou por um novo roteiro – que acabou sendo a base do fracasso comercial de 2015:

“A outra coisa que não vai acontecer é a versão que eu e Ash fizemos do Quarteto Fantástico. Josh Trank, que acabou dirigindo o filme de 2015, nós tínhamos escrito o roteiro do filme para ele, mas ninguém o avisou de que iríamos fazer isso. Então, quando ele assinou o contrato para dirigir, ele acabou dizendo: ‘Por quê vocês estão impondo esses outros roteiristas para mim? Eu quero usar meu próprio roteirista. Eu quero fazer meu próprio roteiro!’ E ele fez a sua versão. Foi uma dessas coisas que abalaram nossa carreira na época, mesmo que já tivéssemos sido pagos, porque eu realmente tinha muito orgulho do roteiro. Era sobre como o Quarteto Fantástico quase foi o Quinteto Fantástico, exceto por um cara chamado Victor Von Doom, que era muito degenerado para fazer parte da equipe. Era um roteiro do qual eu tinha muito orgulho. Josh Trank não o quis.”

É interessante notar como as ideias de Stentz estavam mais à frente do que a lógica comercial do estúdio. Em 2011, um crossover envolvendo os X-Men e o Quarteto Fantástico teria sido um grande lançamento para a Fox, que estava procurando formas de “bater de frente” com o recém-nascido Universo Cinematográfico da Marvel. Talvez, se tivesse sido lançado, poderia até ter uma boa história.

Confira cartazes de X-Men: Fênix Negra na galeria a seguir:

X-Men: Fênix Negra chega aos cinemas no dia 6 de junho.

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux