Capa da Publicação

Fortnite – Crescimento do jogo pode estar prejudicando trabalhadores da Epic Games!

Por Gus Fiaux

Não seria exagero dizer que Fortnite é o maior jogo do momento, com centenas de novos usuários a cada semana, enquanto vários eventos são criados, tornando a experiência de seus usuários cada vez mais divertida e ocupada. Porém, as coisas podem estar tomando um rumo sombrio para os trabalhadores da Epic Games.

De acordo com o Polygon, os profissionais da desenvolvedora estão sendo obrigados a trabalhar mais de cem horas por semana, para lidar com o fluxo intenso de jogadores. A coisa ainda fica mais assustadora quando, segundo o site, os profissionais não estão recebendo a mais por isso e estão recebendo ameaças de demissão caso não cooperem.

Uma das fontes internas da desenvolvedora disse que a vida para a equipe de Fortnite é “difícil, pesarosa e cheia de pressão.” Ele ainda afirma que a “pressão é constante”, uma vez que o jogo está sempre sendo atualizado com novos conteúdos para manter o público engajado.

Outro informante falou sobre como o ambiente de trabalho na desenvolvedora está tóxico e perigoso, com pessoas sendo demitidas aos montes por se recusarem a compactuar com as condições desumanas de trabalho:

“Eu conheço algumas pessoas que se recusaram a trabalhar nos fins de semana, e então perderam o prazo porque sua parte do trabalho não foram concluídas, e então eles foram demitidos. É o cronograma mais agressivo que eu já vi. E as pessoas se queimam em todos os departamentos.”

Com essa revelação massiva, a Epic Games pode estar em maus lençóis. É bem provável que alguns ex-empregados abram processos contra a desenvolvedora, ainda mais se essas condições forem confirmadas. E embora todos gostemos de Fortnite, é uma pena ver que os profissionais por trás do jogo estão sendo tratados de uma forma tão desumana.

Na galeria abaixo, fique com imagens do evento de Vingadores: Ultimato em Fortnite:

Fortnite está disponível para todas as plataformas, além de mobile PC.

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux