Capa da Publicação

Exorcismo: O Ritual Romano – Demônios no Vaticano!

- – Entre a santidade e a heresia!

Por Gus Fiaux → Embora tenham se tornado uma mídia que é quase “sinônimo” dos super-heróis, os quadrinhos sempre foram uma ótima porta de entrada para o horror. Na verdade, muitos acreditam que a mídia veio para substituir os famosos pulps e penny dreadfuls, trazendo histórias mais “populares” e com grande apelo sensacionalista.

Não é à toa que editoras como a EC Comics, a IPC e a Charlton ficaram tão populares ao longo dos anos. E mesmo após uma grande derrocada do gênero nas HQs, ainda há muitas histórias aqui e ali que mostram como o terror e o medo têm espaço entre as páginas de quadrinhos… e um bom exemplar disso é Exorcismo: O Ritual Romano.

A HQ, escrita por El Torres, ilustrada por Jaime Martinez e colorida por Sandra Molina, foi originalmente publicada pela editora espanhola Amigo Comics. Ao todo, são quatro edições que, agora, foram compiladas pela Darkside Books em um volume único e cheio de momentos de arrepiar a espinha.

A história se desenrola como toda bom conto de horror sobre exorcismos, embora em uma escala bem maior e mais aterrorizante – além de fazer referências a diversas obras que também lidam com premissas similares, a mais famosa delas sendo o próprio O Exorcista.

John Brennan é um padre exorcista que acabou se auto-exilando do alto-clero do Vaticano por conta de uma tragédia do passado. No entanto, ele continua assumindo vários casos no mundo todo, em sua jornada pessoal para livrar a Terra das hostes demoníacas.

As coisas mudam violentamente quando ele é chamado para o maior e mais escandaloso caso de possessão já visto: ele precisa realizar o ritual romano no próprio Papa, que se tornou refém de uma legião.

Tudo isso é a porta de entrada para uma grande conspiração profana envolvendo os membros da Igreja Católica, de modo que temos os lados mais santos e hereges do Vaticano caminhando lado a lado, em uma história que não poupa seus momentos chocantes, nojentos e até mesmo assustadores, com um bom desenvolvimento de personagens.

Embora Brennan seja o típico “padre com um passado sombrio e misterioso”, que já foi explorado à exaustão nos cinemas e na literatura, sua personalidade é forte o suficiente para que o público possa se identificar com ele. Em vez de um “homem com crise de fé”, ele é bem firme em suas crenças, e as usa para enfrentar os demônios com força total.

Porém, é na questão da possessão que a HQ acerta em cheio. A história é cheia de momentos que realmente retratam esse tema de um modo bem violento e até “realista”, ainda que com vários exageros para tornar tudo mais assustador e tenebroso.

A arte de Jaime Martinez é o ponto alto nesse sentido, já que o artista sabe brincar com luz, sombras e com o mistério de uma forma bem sólida, enquanto também dá uma personalidade única mesmo para coadjuvantes.

Porém, o trunfo mesmo vai para o roteiro de El Torres, um roteirista que sabe brincar com clichês de horror de uma forma que, por mais que não reinvente a roda, ainda pareçam novos e ousados.

Aqui, ele traz uma série de reviravoltas que são bem construídas, além de usar todo o imagético e o simbolismo Católico – de forma herege e subvertida – para criar elementos de gelar a espinha. Além do Papa possuído, temos também uma freira diabólica e crianças endiabradas, o que sempre garante no mínimo a sensação de desconforto.

No geral, a HQ consegue fazer tudo isso de uma forma bem fluida, embora tenhamos alguns momentos que contradigam a lógica da própria história. São erros menores, mas que acabam chamando a atenção por serem um pouco óbvios demais – especialmente no primeiro segmento da história.

Ainda assim, Ritual Romano é uma HQ que merece sua atenção. A história cria boas camadas ao tentar explorar o lado mais “secreto” e cheio de mistérios do Vaticano. Nisso, a história encontra seus melhores atributos, e consegue explorar muito bem o seu potencial.

Além disso, a história já foi “renovada” e está com um segundo volume sendo publicado lá fora – e agora, torcemos para que a Darkside possa lançar a continuação no Brasil. De qualquer forma, Ritual Romano tem o seu valor – e se você gosta de histórias de terror, possessão demoníaca e exorcismo, essa aqui é certamente uma recomendação de peso!

Veja também:

Na galeria abaixo, fique com imagens da edição da Darkside Books:

Exorcismo: O Ritual Romano está a venda nas livrarias do país. Caso queira comprar online, você pode adquiri-la no site oficial da Darkside Books.

 

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela Universidade Federal de Pernambuco. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux