Capa da Publicação

Doomsday Clock – Nova HQ muda radicalmente a história do universo DC como o conhecemos!

- – Dr. Manhattan interferiu!

Por Raphael Martins Doomsday Clock, minissérie que colocará os personagens vistos em Watchmen em rota de colisão com os heróis da DC, chegou, após muitos atrasos, à sua décima edição nos Estados Unidos.

Nessa edição, revelações bombásticas são feitas sobre as origens do Superman, dos vários reboots que o universo da editora sofreu ao longo dos anos e até mesmo sobre o próprio multiverso.

A edição começa com o Dr. Manhattan deixando seu universo e chegando ao “universo do Superman”, confuso por estar em 1938 e não nos anos 80, onde se passa Watchmen. Mas antes que ele possa conhecer o homem de aço, a história muda, de modo que ninguém nunca ouviu falar dele.

Dr. Manhattan então começa a viajar pelo tempo, vendo as várias origens do Superman, de 1938 aos anos 80, e até mesmo versões alternativas, como a da história Origem Secreta, Manhattan então percebe que seres como o Anti-Monitor e Extant são responsáveis pelas mudanças na linha do tempo do Superman e também que o herói de Krypton é a chave para tudo isso, decidindo que vai ele mesmo mudar a origem do Superman mais uma vez.

O deus azul também faz uma outra descoberta: o universo DC não é apenas parte do Multiverso, é o centro dele, e tudo o que acontece nele influencia os outros. Assim sendo, ele batiza esse multiverso de Metaverso, e decide refazê-lo do zero.

Sendo assim, Dr. Manhattan mata Alan Scott, o Sentinela, o que apaga a criação da Sociedade da Justiça e da Legião dos Super-Heróis. Enquanto esse universo começa a ser moldado a partir desse acontecimento, nós descobrimos que, na realidade, o verdadeiro responsável pelo reboot Os Novos 52 foi o próprio Dr. Manhattan, que começa a tomar gosto por mudar universos inteiros.

Contudo, o Metaverso luta contra essas mudanças, e foi isso que levou ao retorno do Wally West do universo pré-novos 52 à linha do tempo atual. Dr. Manhattan não se impressiona. Sua preocupação é outra: em suas visões, ele vê o Superman indo para cima dele, com muita raiva.

Ele volta a ter essa visão ao retornar a Marte e confrontar muitos heróis da DC, como o Lanterna Verde e o Flash.  Mas desta vez, ele compreende que ou será morto pelo homem de aço, ou destruirá o Metaverso antes que isso aconteça.

Ao final da edição, o Superman acorda de seu coma, e segue para Marte para, finalmente, ter seu confronto definitivo com o Dr. Manhattan e com sorte conseguir as respostas que está procurando. Será que os dois terão um duelo titânico ou tudo será resolvido na base da conversa? Logo saberemos.

Confira algumas imagens da edição em nossa galeria:

Fonte: ComicBookMovie

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Já fui um pouco de tudo: apresentador de TV, repórter, roteirista e hoje sou redator nesse noblário site. Gosto de longas caminhadas na praia, HQs, games, tokusatsu, cinema e filé com fritas. Você pode trocar uma ideia comigo e me ver reclamar da vida no Twitter @aqueleraphael