Capa da Publicação

Venom – Novo filho do simbionte revela novos poderes incríveis!

Por Guilherme Souza

Atenção: Alerta de Spoilers!

Os Klyntar, raça alienígena de onde o simbionte conhecido como Venom se origina, são uma espécie complexa e cheia de segredos, mas acredite, as coisas podem ficar ainda mais confusas quando descobrimos que Eddie Brock se separou de Venom e passou a hospedar o filho dele.

Na minissérie Venom: First Host, descobrimos que o primeiro hospedeiro do simbionte conhecido como Venom não foi Peter Parker, mas sim, um Kree chamado Tel-Kar. Quando o simbionte vem para a Terra para tentar se reconectar com Tel-Kar, as coisas acabam dando errado e ele acaba se fundindo com Eddie Brock.

Antes da atual série de revistas solo do Venom, descobrimos que o alienígena gerou um novo “filho”, sim, você não leu errado, o simbionte gerou um filho e essa não é a primeira vez que isso acontece. O Carnificina, um dos piores inimigos de Venom foi gerado quando um fragmento do simbionte se fundiu a Cletus Kasady e o mesmo aconteceu quando a Fundação Vida passou a fazer experimentos no alienígena para criar seus próprios simbiontes.

Desde que o novo filho do Venom nasceu, o simbionte ficou sob os cuidados de Liz Allen, mas Eddie terá de recorrer a ele, se quiser recuperar se antigo parceiro.

Na terceira edição de Venom: First Host, vimos o Venom se separando de Eddie e se fundindo novamente a Tel-Kar, algo que deixou Brock chocado, já que ele imaginou que depois de tantos anos juntos, Venom conseguiria resistir aos comandos do Deus.

Sendo assim, Eddie precisou se unir a um novo simbionte para tentar resgatar Venom e derrotar Tel-Kar e o novo alienígena foi ninguém menos do que o filho do Venom! A fusão fez com que Eddie apareça com um novo visual, ostentando faixas amarelas em seu corpo e uma série de olhos, similar a um Celestial, mas o que mais chamou a atenção na nova fusão são os poderes que o filho de Venom ostenta.

Primeiramente foi atestado que o simbionte é capaz de enxergar objetos invisíveis, algo que se torna muito útil no decorrer da história, além disso, o alienígena é capaz de sentir as emoções de quem está ao seu redor. Para completar, o filho de Venom também consegue liberar hormônios no ar, que são capazes de controlar as reações de quem está perto dele, seja deixando-os felizes ou agitados e até mesmo fazer com que os outros façam coisas contra sua vontade.

Veja algumas imagens do novo filho do Venom em nossa galeria:

Fonte: CBR

Imagem de perfil
sobre o autor Guilherme Souza

Outra grande manchete: 'Água, molhada!'