Capa da Publicação

Sword Art Online – Série Live-Action do anime foi vendida para a Netflix!

Por Mike Sant'Anna

Sword Art Online é um anime bastante querido pelos fãs, que retrata a vida de alguns garotos que ficam presos dentro de um MMORPG correndo risco real de vida. Nesta Terça-Feira nós tivemos a confirmação oficial de que a série em live-action do anime estaria indo para as mãos da Netflix.

Mas não somente isso, nós também tivemos a confirmação de que os protagonistas da série serão asiáticos. Isso é uma boa notícia, seguindo o medo que as pessoas tinham da serie sofrer o famoso embranquecimento.

O produtor executivo da série, Laeta Kalogridis comentou um pouco mais sobre o que ele espera desta série:

Bem, vamos tirar a parte óbvia do caminho, imediatamente. O SAO é uma propriedade essencialmente japonesa, na qual Kirito e Asuna, que são as dois protagonistas, são japoneses. Na série, Kirito e Asuna serão interpretados por atores asiáticos. Mesmo que esta não tenha sido a pergunta abaixo da sua pergunta, não é uma conversa sobre embranquecimento. Quando vendi para a Netflix, estávamos todos na mesma página. Eles não estão interessados ​​em embranquecê-la, e eu não estou interessado em embranquecê-la. Em termos de personagens secundários, porque o jogo deve ser global, como é apresentado no anime e nas novels, existem personagens secundários que são claramente de outras partes do mundo, como Klein e Agil. Para mim, é muito óbvio quando você observa que você deve entender que esse jogo abrange o globo, mas Kirito e Asuna estão muito claramente localizados como crianças do Japão e Tóquio, se não me engano. É o que faremos porque essa é a história. Eles são, na minha opinião, como o Major Motoko Kusanagi no Ghost in the Shell, definido em parte por serem personagens em uma arte asiática. Essa é a primeira e maior coisa.”

Animados para ver a história na Netflix? Não deixe de comentar!

Confira também:

Fonte: CBM

Imagem de perfil
sobre o autor Mike Sant'Anna

Eu sou o melhor no que eu faço, mas o que eu faço... É bem retardado.