Capa da Publicação

Rampage – The Rock fala sobre como o filme irá evitar a maldição dos video games!

Por Gus Fiaux

Em pouco mais de um mês, Dwayne “The Rock” Johnson volta aos cinemas para mais um grande blockbuster. Com previsão de lançamento para o meio de abril, Rampage: Destruição Total vai adaptar o popular jogo eletrônicoao mesmo tempo em que tentará ao máximo fugir da “maldição dos video games“. 

Nos últimos anos, todas as adaptações de games do cinema acabaram falindo devido a uma série de fatores. Seja o fracasso na bilheteria ou as críticas extremamente negativas, o sucesso desse tipo de filme acabou sendo condenado na mídia. Mas como 2018 parece vir para mudar essa perspectiva, com Tomb Raider Rampage, o astro The Rock já deixou claro, em entrevista ao Total Film, que aprendeu a lição com Doom: A Porta do Inferno, que ele co-protagonizou em 2005:

“Eu já vivi a ‘maldição dos video games‘ porque fiz Doom: A Porta do Inferno. E Doom foi baseado em um jogo muito popular e foi extremamente mal-sucedido. Então eu vivi a maldição, e tive a experiência. Também fiz questão que Rampage tivesse um charme e um humor que, pessoalmente, não vi em Doom.

O ator ainda falou mais sobre a adaptação de Rampage, e o que os fãs podem esperar que o filme faça para, ao mesmo tempo, agradar os jogadores e servir como um bom filme para quem nunca sequer tocou em um console na vida:

“Os fãs do game vão receber tudo aquilo que eles lembram e poderão sorrir com isso. Mas também há todo esse espaço para fazer novas coisas e construir uma história e personagens e fazer o que eu queria fazer. Isso permite que nós possamos exceder as expectativas e nos divertir bastante, mas também entregar o que se espera de um bom filme.”

Abaixo, veja cartazes do filme:

Rampage: Destruição Total chega aos cinemas em 19 de abril.

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux