Capa da Publicação

Marvel revela que o Hulk sempre foi imortal nos quadrinhos!

Por Mike Sant'Anna

Recentemente, nós tivemos o retorno de Bruce Banner ao título de Hulk oficial da Marvel. Para os que não estavam acompanhando os quadrinhos da editora há algum tempo, Bruce havia sido substituído por Amadeus Cho em Tottally Awesome Hulk, porém recentemente voltou ao seu cargo e agora a Marvel havia dito que o personagem é imortal.

Isso levantou uma série de perguntas nos fãs, principalmente pelo fato de que nós já vimos uma série de vezes onde o Hulk de fato morreu. Na verdade, a própria Marvel trouxe um infográfico de algumas mortes do Incrível Hulk, no prólogo de Vingadores #684, onde começamos pelo fato da morte de Bruce Banner com a Bomba Gamma. 

Porém o roteirista da Marvel, Al Ewing, conversou com o CBR, e explicou que o Hulk sempre foi imortal, desde seu início, já que na verdade Bruce Banner morreu no acidente com a Bomba Gamma, e voltou à vida graças ao Hulk:

“Isso é algo que vem sendo produzido por um tempo – a última vez que eu estava na sala de roteiristas da Marvel -, no início do ano passado, estávamos falando sobre o Hulk. E eu lancei a ideia de que ele estava ressuscitando com tanta frequência porque é exatamente o que ele faz. Tipo, não precisamos de uma explicação vazia, ou mágica ou Hydra sempre – ele apenas volta. É o que ele faz. É o que ele é. Eu não acho que virou isso em qualquer momento do tempo, mas quando eu me sentei sozinho e realmente pensei nisso, isso levou muito naturalmente à ideia de que quando a bomba gamma disparou, Bruce morreu … E então ele voltou. O nascimento do Hulk também foi a primeira demonstração de sua natureza imortal.”

Não bastava ser uma das forças mais imponentes da Marvel, agora ele é incapaz de morrer. Isso ficou claro também no mais recente quadrinho do Thanos, onde Hulk é um dos poucos sobreviventes do universo, mas se tornou um cachorro do Titã. Confira essas imagens abaixo:

 

Imagem de perfil
sobre o autor Mike Sant'Anna

Eu sou o melhor no que eu faço, mas o que eu faço... É bem retardado.