Capa da Publicação

Marvel revela nova origem das Joias do Infinito nos quadrinhos!

Por Chris Rantin

Graças ao Universo Cinematográfico Marvel, hoje em dia quase todo mundo conhece as poderosas Joias do Infinito, artefatos ancestrais que foram introduzidos nos quadrinhos da Marvel no começo da década de 1970. Desde então muitas “origens” para as joias haviam sido dadas, mas agora a editora revelou uma nova origem pra elas.

Em Infinity Wars #5 vemos Loki obtendo sucesso em retirar todas as seis Joias do Infinito das mãos de Gamora, a Réquiem que estava matando heróis e vilões – e depois fundindo almas e criando uma nova realidade – em busca dos artefatos poderosos.
O Deus da Trapaça vai até para o Quarry of Gods, o local onde os Deuses vão para morrer, acreditando que vai pode acessar os poderes infinitos que residem no fundo daquele lugar ao utilizar as Joias. Mas conforme ele inicia sua jornada, descendo até o fundo do abismo, Loki nota que alguma coisa não está certa, uma vez que suas Joias não mostram nenhum tipo de poder ali.

Loki então encontra um grupo de Celestiais que está minerando o poder do local e utilizando isso para criar as Joias do Infinito, apenas para espalharem elas por todas as realidades do Multiverso. Sendo assim, foram eles quem criaram as Joias utilizando os poderes ancestrais daquele lugar, essa é a origem dos artefatos ancestrais.

Levando em conta o poder que seria necessário para fazer isso, e o quão velhas são as Joias do Infinito, podemos especular que esses celestiais são os mais antigos e poderosos de sua espécie.

Resta saber agora como essa revelação vai afetar os quadrinhos da Marvel – e como o Deus da Trapaça vai reagir a isso.

Veja o momento em que Loki encontra os Celestiais na nossa galeria abaixo:

Fonte: CB

Imagem de perfil
sobre o autor Chris Rantin

Jornalista • Editor • Mestrando em Comunicação pela UEL • Twitter e Instagram: @Chris_Rantin • "Eu sou o fogo e a vida encarnados. Agora e para sempre eu sou a Fênix!"