Capa da Publicação

Homem-Formiga e a Vespa – Evangeline Lilly não queria que a Vespa fosse sexualizada no filme!

Por Equipe Legião dos Heróis

Evangeline Lilly já havia aparecido no primeiro Homem-Formiga, mas só brilhou mesmo na continuação que saiu esse ano, Homem-Formiga e a Vespa, co-protagonizando o longa-metragem ao lado de Paul Rudd. Muito do sucesso da personagem se deve à atriz, e ela inclusive, diz em uma entrevista que não queria a personagem fosse marcada por sexualismos.

Em uma conversa com a MTV International, Lilly explicou que não queria que a sexualidade da heroína fosse explorada. Confira a opinião da atriz sobre a personagem nos quadrinhos, e também sobre como ela escolheu retrata-la nos filmes:

“A personagem original dos quadrinhos é extremamente feminina, o que eu queria homenagear, mas ela também é extremamente sexualizada. E eu em especial não queria trazer essa parte do [material] original. Foi difícil lidar com essa questão: como você aborda uma mulher de maneira feminina e graciosa, de modo que seus movimentos são indicativos de feminilidade e delicadeza, graça e elegância, mas sem torná-la abertamente sexual? Uma das vantagens disso é que ela tem um traje que a cobre da cabeça aos pés em absolutamente tudo, o que foi uma maravilha. Estou tão feliz que eu não estava [vestindo] uma mini-saia ou um bustiê”.

O grande dilema de Lilly parece ter sido muito bem contornado no filme, e a nova Vespa rapidamente conquistou o público. A personagem deverá retornar em Vingadores 4 no próximo ano, e enquanto isso, Capitã Marvel segue firme e forte na produção de seu filme solo, enquanto que o da Viúva Negra consegue aos poucos, ganhar forma.

Confira abaixo algumas imagens que mostram como foram feitos os efeitos visuais do filme:

Fonte: Comic Book

Imagem de perfil
sobre o autor Equipe Legião dos Heróis

"Você já dançou com o demônio sob a luz do luar?"