Capa da Publicação

Homem-Formiga – Diretor explica porque nunca abordaram o passado violento de Hank Pym nos filmes!

Por Guilherme Souza

Nos quadrinhos, Hank Pym atuou por muito tempo sob diversos mantos e nomes heroicos diferentes, mas além disso, o herói também teve um passado conturbado, que envolvia vício em álcool e violência doméstica com sua esposa, Janet Van Dyne. Embora isso não seja mostrado nas telonas, muitos fãs gostariam de saber o motivo pelo qual esse lado obscuro do personagem foi deixado de fora dos filmes do Homem-Formiga.

Em uma recente entrevista, o diretor Peyton Reed comentou sobre o assunto e esclareceu que os filmes da Marvel nunca exigiram que os diretores adaptassem os personagens exatamente como eles são nos quadrinhos, o que fez com que esse histórico violento de Pym fosse deixado de lado.

“Nunca houve uma pressão em nós dos filmes do MCU para sermos fiéis a coisas muito específicas do cânone dos personagens,” explica o cineasta. “Os fãs podem querer certas coisas, mas desde o começo isso nunca nos ocorreu, fazer parte disso, mesmo na época do roteiro do primeiro Homem-Formiga de Edgar [Wright] e Joe [Cornish].” E ele adiciona, “esse não era o Hank Pym que queríamos mostrar.”

Por mais que Reed afirme que essa nunca foi a intenção da equipe criativa da franquia, a atriz Evangeline Lilly, intérprete de Hope Van Dyne/Vespa, afirmou que o passado de Pym foi ao menos colocado em pauta, antes que eles começassem as gravações do primeiro longa da franquia.

“O problema de violência doméstica que existiu nos quadrinhos originais foi algo que falamos sobre, pouco antes de começarem o primeiro filme do Homem-Formiga,” confirmou a atriz antes de adicionar o seguinte: “Hope se sentia afastada de seu pai, ela odiava o pai e havia uma grande pergunta. Eu fiz essa pergunta: Parte desse ódio tem a ver com o fato de que ele era um bêbado e era violento com a mãe dela?”

Por fim, Michael Douglas, intérprete de Hank Pym, arrematou o assunto afirmando que os filmes do Homem-Formiga caminham em uma direção muito humorística para que isso fosse abordado.

“Nós parecemos ir em uma direção muito mais bem-humorada, divertida e com senso familiar. Existe escuridão o bastante em torno do mundo do Homem-Formiga, então talvez isso aconteça, mas não imagino que acontecerá daquela maneira.”

Ao que parece, a franquia preferiu deixar a polêmica e a escuridão para outros filmes, focando-se no humor, aventura e heroísmo.

Veja imagens de Homem-Formiga e a Vespa em nossa galeria:

Fonte: CBM

Imagem de perfil
sobre o autor Guilherme Souza

Outra grande manchete: 'Água, molhada!'