Capa da Publicação

Exterminador – Diretor de “Operação Invasão” revela qual seria sua abordagem para o filme do vilão!

Por Lucas Rafael

Após o ator Joe Manganiello aparecer como Exterminador em uma cena pós-créditos de Liga da Justiça, a popularidade do personagem rapidamente ganhou tração, fazendo com que um suposto filme solo de Slade Wilson fosse anunciado.

Um dos possíveis diretores do projeto era Gareth Evans, conhecido por seus filmes de ação Operação Invasão e Operação Invasão 2. Agora, Evans elogiou o comprometimento de Manganiello para com o personagem da DC, além de esclarecer seu envolvimento com o longa da Warner.

Em entrevista com o ComicBook, Evans falou sobre seu envolvimento com o longa:

“Tive uma ligação que acredito ter sido um pouco pública, sobre o Exterminador com a DC. Falamos sobre isso antes, tivemos algumas conversas. Uma com com caras da DC na Warner Bros., uma com Joe, que já está no personagem há algum tempo agora, e que é super apaixonado por ele, aliás. Nunca vi alguém que conhece mais sobre esse personagem.”

Evans admitiu que não era familiar com o Exterminador, mas ainda assim, as conversas despertaram um interesse pelo personagem que o levou a explorar possibilidades de adaptação:

“Eu estava colocando o pé na água pra ver a temperatura, fiz um pouco de pesquisa e li um pouco daqueles quadrinhos. Comecei a me aprofundar nas histórias de origem. Gosto de descobrir a história de origem de um personagem e o que o molda, o que o pinta como uma personalidade. Existiram algumas iterações, na verdade, de sua origem, o que é algo interessante de se ver. Existia a maneira original de como esse personagem foi criado e então existem algumas licenças criativas tomada em termos como ele perdeu o olho, por exemplo, e coisas assim. Então, foi uma experiência interessante.”

O diretor deixou claro que nada aconteceu além daquelas conversas:

“Nada foi além daquelas conversas. Não escuto nada [sobre o projeto] há muito tempo. Para ser honesto, toda vez que vejo um artigo escrito [sobre ele] eu continuo querendo perguntar, ‘Beleza, o que vocês caras sabem que eu não sei?’ Já que não ouvi nada por um bom tempo. Então não sei se vai rolar em algum ponto. Mas sei que não tive nenhuma conversa sobre o projeto em muito tempo.”

Mesmo assim, ele deixou claro qual seria sua ideia para o filme do herói:

“A abordagem seria interessante em meio que adaptar [as origens do personagem]. Eu não estava interessado em fazer uma versão inchada daquele filme. Eu não queria que fosse uma versão de duas horas e meia de um filme de quadrinhos. Acredito que exista uma versão mais agressiva daquela história. Alguma coisa mais sintonizada com filmes de guerra coreanos. Este seria meu ângulo preferencial ou algo assim. Mas quem sabe, pode ser que escolham isso em algum ponto, e posso receber outro telefonema eventualmente. Mas não sei.”

Por fim, o diretor confessou que, ainda que goste de fazer filmes de ação, ele não cai de amores pelo projeto:

“Para ser honesto, estou focado nas coisas pelas quais sou apaixonado em fazer. Tenho um barômetro interno para projetos que escolho realizar em seguida. E até agora, foram todas coisas que fui capaz de criar e ser grato pela liberdade e flexibilidade de poder trabalhar na Indonésia, em primeiro lugar. Mas agora, encontro parceiros nos caras da XYZ Films, os caras da Netflix, que me apoiaram muito em termos de visão e do que eu queria colocar no mercado.”

Importante lembrar que ator Joe Manganiello já se pronunciou acerca do projeto recentemente, prometendo aos fãs que um filme do Exterminador está sendo trabalhado.

Empolgado para o resultado? Comente!

Abaixo, fique com imagens de Aquaman, o próximo filme da DC Comics:

Aquaman estreou nos cinemas dia 13 de dezembro de 2018.

Imagem de perfil
sobre o autor Lucas Rafael

Redator. Entusiasta de coisas demais