Capa da Publicação

Dragon Ball Super – Kefla recebe nova origem no mangá da série!

Por Mike Sant'Anna

Dragon Ball Super foi muito bem sucedido em apresentar uma gama de novos personagens incríveis que automaticamente ganharam um lugar especial no coração dos fãs ao longo destes episódios do anime. Kefla foi uma destas personagens, que ao ter uma luta incrível contra Goku, estabeleceu seu lugar merecido de destaque.

Mas assim como muitas coisas anteriormente, o mangá de Dragon Ball Super traz uma abordagem um pouco diferente do que a que o anime trouxe. Uma dessas mudanças é realmente na maneira como a fusão entre Kale e Caulifla acontece. No anime, Caulifla está de posse dos brincos Potara pois eles lhe foram cedidos de bom grado como uma arma secreta, enquanto nós vimos na mais recente edição do mangá que, quando Kale entra no modo Super Saiyajin Lendária, e começa a derrubar tanto oponentes quanto aliados, Caulifla rouba os brincos do Supremo Senhor Kaio Fuwa, do Universo 6. Isso faz muito mais justiça à natureza da personagem do que o que aconteceu no anime, já que Caulifla sempre foi estabelecida como uma líder de gangue, e uma criminosa.

Quando Fuwa e Champa descobrem o que aconteceu, ambos ficam irados, e ficaram com medo de que isso pudesse ser tomado como trapaça, mas como os Zen-o adoram uma fusão, eles permitiram que tudo continuasse normalmente. Então quando a Tropa do Orgulho joga Kale para fora do ringue, Caulifla se sacrifica para salvá-la jogando ela de volta para cima, e jogando os brincos para ela, fazendo com que as duas entrassem em fusão e Kefla aparecesse no meio do ringue.

Outra mudança interessante é que, ao invés de Goku aparecer para enfrentar a poderosa fusão, no mangá temos a presença de Gohan mostrando para o que veio, e se prontificando para enfrentar Kefla.

Veja as imagens do próximo filme de Dragon Ball Super, apresentando Broly pela primeira vez canônica, logo abaixo:

Fonte: ComicBook.com

Imagem de perfil
sobre o autor Mike Sant'Anna

Eu sou o melhor no que eu faço, mas o que eu faço... É bem retardado.