Capa da Publicação

Chris Evans, o Capitão América, fala sobre possível crossover com o Quarteto Fantástico!

Por Guilherme Souza

Chris Evans imortalizou o Capitão América nos cinemas, muitos ficam deprimidos só de imaginar o dia que o ator terá de se despedir do personagem, porém pelo menos por enquanto, ainda temos a participação do ator em pelo menos mais dois filmes da Marvel.

Em uma recente entrevista, Evans comentou sobre seu companheiro de elenco, Robert Downey Jr. e como ele sempre foi receptivo com todos nas gravações:

“Ele é um cara tão maravilhoso e tão talentoso, tão experiente, e muito motivador. Ele sempre esteve ao meu lado e eu sempre me senti muito apoiado por ele. Ele realmente anima todos na equipe e se certifica que todos se sintam bem-vindos, especialmente nesse último filme.”

Ao ser questionado sobre a possível substituição de Downey Jr., Evans afirma que isso não deveria acontecer e que o ator é insubstituível:

“Não importa como eu me sinta, eu tento imaginar como ele se sente, porque ele realmente começou isso. Ele é realmente tão insubstituível. Ninguém pode ser o Homem de Ferro novamente. Não é um papel como o Batman ou o Superman que pode encontrar diferentes tipos de encarnações, ninguém pode tocar nele.”

Ao ser questionado sobre a compra da Fox pela Disney e um possível crossover entre Vingadores e Quarteto Fantástico, Evans comenta que adoraria que isso acontecesse, até mesmo se ele tivesse de continuar interpretando o Capitão América e reinterpretar o Tocha Humana ao mesmo tempo:

“Sei, tipo no filme Operação Cupido, certo? Eu amaria isso, realmente amaria. Seria muito divertido. Mas duvido que eles me deixem fazer isso algum dia.”

O ator com certeza ama interpretar o Capitão e com certeza veremos mais duas aparições incríveis do personagem nos próximos filmes.

Veja imagens do Capitão América em nossa galeria de Vingadores: Guerra Infinita:

Vingadores: Guerra Infinita já está em cartaz nos cinemas.

Fonte: HH

Imagem de perfil
sobre o autor Guilherme Souza

Outra grande manchete: 'Água, molhada!'